HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

O pulso ainda pulsa

Card image

Créditos: RICARDO DUARTE/ SPORT CLUB INTERNACIONAL OFICIAL

O Internacional entrou ontem, no Maracanã, para fazer o jogo do ano contra o Flamengo. Se ganhasse, tornaria-se tetracampeão brasileiro; se empatasse, manteria-se na liderança do Brasileirão e entraria na última rodada como líder e se perdesse, o pior de todos os resultados, o Flamengo alcançaria a liderança a uma rodada do fim do campeonato.

Desde antes do jogo, eu tinha clara a proposta de jogo do Inter: marcaríamos muito o Flamengo, priorizaríamos a defesa, mas sem deixar de atacar, atacando em alguns momentos. Essa proposta, inicialmente, foi bem executada, pois o colorado conseguiu ter a bola nos primeiros instantes de jogo e logo chegou ao seu gol: depois de Yuri Alberto ser puxado dentro da área, o árbitro marcou a penalidade e Edenilson fez o gol colorado. Depois do gol, o Inter ficou muito sufocado pelo Flamengo, apesar de estar marcando bem, e acabou levando o gol de empate do Flamengo, Dearrascaeta.

O segundo tempo seguia a tônica do jogo após o gol colorado: o Inter retraído, com pouca retenção de bola para acalmar a pressão rubronegra e o Flamengo intenso para cima do Inter, não bastasse isso, o Internacional ficou com um jogador a menos após a expulsão de Rodinei, que ter deu um pisão em Filipe Luís. Após esta expulsão, o Inter mesmo com um a menos ainda segurou um pouco o jogo, tentou trocar passes; entretanto, depois perdeu completamente o controle da partida e desta forma sofreu o segundo gol, feito por Gabigol, em uma falha da zaga colorada que não interceptou o passe em diagonal vindo de Arrascaeta, E aí, e aí… bom, diria Gabo que foi Crônicas de uma Morte Anunciada: o Inter não conseguiu produzir ofensivamente para obter o empate, o Flamengo teve um gol invalidado devido a uma falta de um jogador rubronegro no início do lance e assim terminou o jogo, 2 a 1.

E agora, José? Como diria Drummond. E agora? Na última rodada, precisamos ganhar do Corinthians, no Beira-Rio, e torcer para que o Flamengo empate ou perca para o São Paulo no Morumbi. Difícil e amargo perder a liderança na penúltima rodada, muito difícil, mas o campeonato não acabou ainda e quinta o Flamengo pode perder para o São Paulo sim e nós, colorados, temos que acreditar, pois se há chance o título ainda é possível, pois se o título ainda é possível O PULSO AINDA PULSA AINDA PULSA E SE PULSO AINDA PULSA O CORPO NÃO ESTÁ MORTO. NÃO TÁ MORTO QUEM PELEIA!! VAMO INTER!! EU ACREDITO EM TI ATÉ O FINAL!!

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade