HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Palmeiras bate o Fortaleza, joga bem e até faz gol de falta

Card image

Créditos: Scarpa abriu o placar com o primeiro gol de falta do time desde 2019 (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

A melhor notícia do jogo entre Palmeiras e Fortaleza, disputado neste domingo no Allianz Parque, é que o Verdão voltou a jogar bem e parece ter deixado no Catar a frustação pelas atuações ruins no Mundial de Clubes. A segunda melhor notícia é que, depois de quase dois anos, o time voltou a marcar um gol em cobrança de falta. Já a vitória por 3 a 0, num cenário em que a posição no Brasileirão não interessa mais, é só um mero detalhe que nos traz um certo alívio: ainda lembramos como jogar bem.

A maior curiosidade do torcedor antes da partida era saber qual time iria a campo – menos pelo jogo em si, mais por tentar entender a filosofia do técnico Abel Ferreira na maratona de cinco jogos em duas semanas antes dos confrontos contra o Grêmio pela final da Copa do Brasil.

Pois bem, Abel mandou a campo cinco titulares nos jogos contra Santos e Tigres, o que em tese seria nosso time titular (ainda que as atuações tenham deixado a desejar): Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gomez, Danilo e Gabriel Menino, este numa posição diferente, mais centralizado. Kuscevic formou a zaga com Gomez e Renan foi uma espécie de terceiro zagueiro, caindo mais à esquerda. Na frente, Lucas Lima e Gustavo Scarpa ficaram responsáveis pela criação, com Breno Lopes mais à frente e Lucas Esteves caindo como um ponta-esquerda.

Lucas Lima, de costas, comemora gol do Palmeiras indo abraçar Marcos Rocha, ambos de camisa verde e calção branco
Lucas Lima marcou o segundo gol do Verdão (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Com boa troca de passes e muita velocidade, o time chegou naturalmente ao gol, com Scarpa abrindo o placar, de falta – o último gol havia sido marcado por Moisés, em maio de 2019, num jogo contra o Sampaio Correa pela Copa do Brasil. Não demorou muito para Lucas Lima fazer o segundo e Breno Lopes o terceiro, ambos em jogadas bem trabalhadas. No finzinho do primeiro tempo, Marcos Rocha teve o calção e a camisa agarrados, mas o juiz, mesmo olhando o VAR, ignorou o pênalti, inventando a regra de que “o puxão foi leve”.

O segundo tempo praticamente não existiu. Willian, Raphael Veiga, Patrick de Paula, Mayke e Felipe Melo entraram, e a única jogada relevante foi um lançamento de Veiga para Patrick que terminou em boa defesa de Felipe Alves. Valeu por voltar a vencer, valeu por vermos que é possível voltar a jogar bem. Como o Palmeiras e seus torcedores não têm direito a descanso,, quarta tem mais, contra o Coritiba.

Breno Costa comemora terceiro gol do Palmeiras contra o Fortaleza pelo Campeonato Brasileiro. Corre com braços abertosm camisa verde e calção branco
Breno Costa fechou o placar neste domingo e já tem três gols com a camisa do Verdão (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade