HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Bahia esboça reação e joga bem contra o Galo

Card image

Créditos: 📷 Rafael Machaddo / EC Bahia

Em jogo intenso, Bahia empata com o Galo no Mineirão, chegando a 38 pontos. Conquistamos um ponto muito importante na luta contra o rebaixamento.

Com tantos desfalques era esperado que Dado precisasse dar uma modificada no time, mas que manteria a formação. A escalação que a primeira vista assustou o torcedor, tinha como principal propósito reforçar o setor defensivo e buscar o gol no contra-ataque.

Logo aos primeiros segundos, Rossi perdeu uma grande chance, com a bola resvalando no travessão. Pouco depois Marrony do Atlético teve boa chance. Esses minutos iniciais ditariam o ritmo do jogo. Foi lá e cá.

Quando você é limitado, não fica de muita firula. Você faz o básico. Assim, se você não tem muitos recursos, com um adversário de qualidade superior, você não pode se dar ao luxo de cometer erros ou esperar que ele leia qual a sua jogada.

Bahia teve mais chances que o Atlético, porém foram eles que marcaram primeiro. Aos 19 minutos, Rossi não acompanha, a defesa bate cabeça em quem vai marcar quem, deixando Sasha subir sozinho para cabecear e marcar para o Atlético. Entretanto, ao contrário do que esperei, o time conseguiu manter a tranquilidade, segurar o posicionamento e esperar as oportunidades para buscar o empate.

O Bahia jogou bem, mas pagou pela péssima pontaria e pela falha da defesa. Esse erro em jogada aérea não é novo. Gabriel Novaes perdeu oportunidade de empatar por tentar fazer de cavadinha. E ai entra o que falei: alguém precisa dizer a esse rapaz para fazer o básico.

O time aguentou a pressão e conseguiu o empate após uma arrancada de Rossi. Como Patrick sentiu, foi substituído por Elton, que logo quando entrou acertou uma bola no travessão que teria feito toda torcida esgotar o estoque da pomada que ele usa no cabelo. Brincadeiras a parte, ele fez uma boa partida, com outras boas intervenções na defesa. Mateus Claus também foi importante na partida. De início achei que fez muita cera, mas percebi que ele realmente sentiu e aguentou até o final no esforço. Gostei da estreia dos meninos da base.

O empate não é o resultado dos sonhos. Fica sempre o questionamento se essas bolas na trave tivessem entrado. A questão é que o Atlético também teve algumas boas chances que conseguimos neutralizar então o “se” não nos pertence.

No momento em que estamos, o mais significativo sobre esse jogo foi justamente a postura diferente do time. Não é que todos foram um primor. Ocorreram erros, existe a limitação técnica de alguns, o preciosismo de outros, e é triste ver um jogador como Rodriguinho completamente esgotado, mas vimos um esforço maior no coletivo. A luta para tentar reverter o placar era o que o torcedor tanto clamava. Finalmente enxergamos. Nada acabou. Precisaremos de mais. Avante, Esquadrão!  

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Comentários

  1. erotik disse:

    Having read this I believed it was very enlightening. I appreciate you spending some time and effort to put this content together. I once again find myself spending way too much time both reading and posting comments. But so what, it was still worthwhile. Arielle Greggory Osber

  2. escort bayan disse:

    I am genuinely thankful to the owner of this web site who has shared this impressive paragraph at here. Jaynell Dominik Bussy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade