HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Sport vence o Internacional no Beira-Rio e garante mais uma rodada fora do Z4

Card image

Créditos: (Foto: Ricardo Duarte / Sport Club Internacional)

Na noite desta quarta-feira, o Sport visitou o Internacional no Beira-Rio. Na liderança, os gaúchos tinham todo o favoritismo para a partida contra um oponente que briga para não cair, mas parecia uma noite excelente para o ditado ”nunca duvide do Sport” entrar cena. Com gols dos criticados Marcão e Dalberto, os recifenses venceram por 2×1 numa apresentação bastante aplicada e conquistaram três pontos fundamentais na briga pela permanência.

Como esperado, os donos da casa iniciaram o jogo buscando se impor e pressionar os pernambucanos, que adotavam uma postura cautelosa, priorizando uma marcação forte. Com dificuldade para furar o bloqueio visitante, o Inter assustou pela primeira vez em falta cobrada rasteira por Victor Cuesta, que desviou e passou perto da meta.

Com a boa proteção da área exercida pelos rubro-negros, o time de Abel Braga passou a explorar investidas pelos lados, ganhando a maioria dos duelos para conseguir cruzar. Assim surgiu a segunda boa chegada, aos 15 minutos em cruzamento desviado de cabeça por Caio Vidal, passando perto do gol. Aos 26, Marquinhos aproveita a exposição da defesa adversária, leva a melhor sobre o marcador e sai na cara do gol, sendo parada com falta por Uendel, que foi expulso. Aos 37, Marquinhos volta a aproveitar a exposta zaga colorada, desta vez dando passe de calcanhar para Marcão, que se livrou da marcação e, de frente com o goleiro, abriu o placar.

Mas a alegria leonina durou pouco, porque aos 40 Patrick aproveitou bola mal afastada, dominou e encheu o pé no ângulo, deixando tudo igual. Parecia emoção suficiente para o primeiro tempo, mas o minuto 49 reservava um lance inusitado: Patric cruza mal, Marcelo Lomba abandona a jogada por acreditar que a bola havia saído, Júnior Tavares aproveita o descuido e toca para Dalberto apenas escorar para recolocar o Leão em vantagem.

No segundo tempo, o Sport fez o que faltou depois de abrir o placar: soube administrar o resultado e amarrar o jogo. Com uma marcação impecável, cozinhou bem os minutos iniciais, tanto que o primeiro bom momento do Internacional só veio aos 18, em ótima jogada individual de Caio Vidal, finalizada com chute de trivela na trave. Na sequência, ele recebe cruzamento e chuta forte por cima do gol.

No entanto, as melhores chances posteriores viriam a sair dos pés dos rubro-negros. Aos 28 Dalberto faz grande jogada e serve Hernane na cara do gol, mas o atacante não soube dominar. Dois minutos depois foi a vez de Thiago Neves, em jogada de muita qualidade, se livrar da marcação com um domínio no peito e encontrar espaço para finalizar com muito perigo.

Ao 39, o camisa 30 recebeu na cara do gol, mas ao invés da finalização, buscou tocar para Patric, que não acompanhou o lance. Mas as oportunidades desperdiçadas não fizeram falta. O Leão garantiu uma vitória gigante, abriu 4 pontos da zona de rebaixamento faltando três rodadas. Um triunfo para ser lembrado por muitos anos por uma torcida que sabe muito bem o sabor de derrubar favoritos.

Ver mais

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade