HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Palmeiras para no Tigres e sonho do Mundial fica para outra vez

Card image

Créditos: Weverton foi o melhor em campo num atuação ruim do Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Não será desta vez que o Palmeiras vai comemorar o bicampeonato mundial. O time fez uma partida bem abaixo da média, perdeu para o Tigres por 1 a 0 na tarde deste domingo e está fora da decisão do Mundial de Clubes. Vai jogar a chatíssima e desnecessária decisão do terceiro lugar, na quinta-feira, contra o perdedor da outra semifinal, nesta segunda, entre Bayern e Al Ahly, do Egito.

O Verdão não fez uma boa partida. No primeiro tempo, foi melhor durante um período de 10 a 15 minutos, apenas, momento em que conseguiu uma boa finalização, com Rony0 Mas a essa altura Weverton já tinha feito uma defesa à Gordon Banks. E faria mais duas defesaças ainda na primeira etapa, porque o Tigres retomou o controle e ameaçou mais.

O segundo tempo começou na mesma pegada e o gol do Tigres, cada vez mais maduro, surgiu num pênalti de Luan, que segurou Gonzalez. O francês Gicnac, astro do time mexicano, bateu bem e Weverton não conseguiu pegar, mesmo acertando o canto.

Eram 10 minutos do segundo tempo e aos poucos ficou claro que, sem muita inspiração, o Palmeiras teria de tirar alguns coelhos da cartola. O time até criou algumas chances, mas só obrigou o goleiro Guzman a fazer uma defesa, num cruzamento de Scarpa que terminou num coice de Rony e em defesa fácil. Luiz Adriano e Viña mandaram chutes para fora, e uma tentativa de Scarpa parou na defesa. No último lance, Weverton cabeceou para fora após cobrança de escanteio. Em nenhum momento tivemos uma esperança concreta de que o empate chegaria.

Luiz Adriano enfrenta a deefsa do Tigres em jogo pelo Mundial de Clubes; Palmeiras joga de verde e Tigres de amarelo,
Luiz Adriano até tentou, mas desta vez não deu para o Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Perder é do jogo, e talvez fosse sonhar demais com um título mundial apenas alguns dias depois de uma conquista histórica como foi a Libertadores, com toda a adrenalina que uma decisão como a do sábado passado. Mas é óbvio que sonhávamos, e ainda precisamos fazer uma despedida digna no Catar, além de pensar nas rodadas finais do Brasileirão e na decisão da Copa do Brasil, contra o Grêmio.

A temporada ainda não acabou, para nós e para os secadores. Avanti, Palestra, é hora de levantar a cabeça, esquecer a tristeza e voltar a fazer bonito. Mundiais, haverá outros. Se o Palmeiras não ganhou este Mundial, azar do Mundial.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade