HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Vasco x Bahia: Muito nervosismo e pouco futebol.

Card image

Créditos: Rafael Machaddo / EC Bahia

De última hora o Bahia perdeu Matheus Bahia e Rodriguinho que não viajaram com a equipe, já no aquecimento perdeu também Nino Paraíba que deu vaga para João Pedro no time titular, o tricolor entrou em campo na tarde deste domingo com a missão de enfrentar o Vasco no Rio de Janeiro e se livrar da zona de rebaixamento. A partida não valia apenas 3 pontos, valia muito mais, a luta pela permanência na serie A, a esperança de continuar acreditando numa reação em campo para as últimas rodada do campeonato.

O jogo começou ruim para as duas equipes, nenhuma conseguia chegar com maior qualidade no passe de bola, o Bahia estava acuado e insistindo no recuo de bola para Douglas, e essas saídas de bola trazia angústia para o torcedor. Em certo momento da partida a qualidade técnica aumentou um pouco para ambas as equipes, o Vasco tentou chegar com as cobranças de falta e o tricolor tentou mais pelas beiradas e o meio campo, com boas oportunidades perdidas por Thiago e Capixaba. O 1º tempo terminou assim como começou 0 x 0, uma palavra que define o primeiro tempo é: nervosismo.

O Bahia voltou e não “voltou” para o 2º tempo, errando nos primeiros momentos e perdendo bolas fáceis, o time parecia não se encontrar em campo, a técnica deu lugar ao nervosismo, que impedia a criação de jogadas, em alguns lances mais ariscos o tricolor chegava a incomodar o goleiro do adversário, mas sem sucesso. Sendo pressionado pelo Vasco, Dado faz duas alterações, saiu João Pedro e Daniel que deram lugar para Zeca e Ramon, ainda assim as mudanças não surtiram efeito.

Em mais uma perda de última hora, Bahia perdeu o goleiro Douglas após tomar voadora (chute) de Leandro Castán em lance de gol para o Vasco, após intermédio do VAR, o arbitro de campo reviu o lance, anulou o gol expulsou o Castán. Com um a mais em campo, e tendo que colocar o goleiro Anderson, o tricolor afligiu ainda mais o coração do torcedor. O Esquadrão até tentou ir mais a frente após expulsão do jogador do Vasco, mas nada parecia funcionar essa tarde. O jogo foi feio, o time não mostrou evolução em campo, e um time que briga para não cair, não pode se dá o luxo de não vencer um confronto direto. Triste Bahia…

Segundo informações do médico Daniel Araújo do clube, Douglas não preocupa para as próximas partidas do tricolor, acompanhe o que ele disse sobre o goleiro: “Teve um corte profundo, a princípio sem suspeita de fratura ou uma lesão mais grave, e não tem nenhum sintoma neurológico. Tomou 5 pontos e está sob observação. A princípio não preocupa para os próximos jogos” e o próprio Douglas complementou: “Pancada forte, mas estou melhorando. Pegou na garganta, o que incomoda, mas era uma bola decisiva. Não vi maldade, o atleta veio falar comigo, mas não poderia deixar de ir. Não foi nada demais, tirando a marca e os pontos. Recuperar para, se tiver condições, jogar 4ª”.

Após empate de 0 x 0, Bahia fica com 36 pontos e enfrentará o Fluminense na próxima quarta-feira na Arena Fonte Nova, às 21:30h.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade