HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Rui Costa será o novo diretor executivo de futebol do São Paulo por três anos

Card image

Créditos: Grêmio FBPA

Rui Costa será o novo diretor executivo de futebol do São Paulo por três anos, caberá a ele substituir Raí, que deve sair da função depois do Brasileirão. O acerto ocorreu após conversas com Julio Casares e o dirigente do futebol Carlos Belmonte Sobrinho.  O período do acordo é o mesmo do coordenador técnico Muricy Ramalho e do executivo da base Marcos Biasotto, quando encerra a gestão de Julio Casares.

A direção do Tricolor chegou a estudar os nomes de Klauss Câmara, Paulo Pelaipe e Alexandre Mattos, mas acabou decidindo por Rui Costa. Nomes como Diego Cerri, André Zanotta, Ricardo Moreira e Thiago Scuro também foram sondados.

Rui Costa já trabalhou no Grêmio, Chapecoense e Athletico Paranaense.  Seu último trabalho foi no Atlético-MG, acabou sendo demitido após a eliminação do Galo pelo Afogados, na Copa do Brasil. Na ocasião, quem substituiu Rui Costa depois de sua saída do Atlético Mineiro foi Alexandre Mattos.

Rui Costa passou mais de dez anos no Grêmio, em sua primeira função assumiu o papel de dirigente jurídico, em 2013 foi diretor executivo do Tricolor Gaúcho. Apesar de ajudar na montagem do elenco que viria a conquistar a Copa do Brasil de 2016 e a Libertadores de 2017, o diretor deixou o clube após uma vexaminosa eliminação para o Rosario Central na Libertadores de 2016, além de seu retrospecto negativo diante do maior rival, em 15 clássicos contra o Colorado, foram duas vitórias, seis empates e sete derrotas. Rui deixou o clube antes das conquistas da Copa do Brasil de 2016 e a Libertadores de 2017.

A enorme pressão no Grêmio marcou sua passagem pelo clube, com 48 reforços, cinco técnicos e nenhuma taça conquistada.

Com a Chapecoense, Rui Costa contratou 25 jogadores para participarem da reconstrução da equipe após o acidente aéreo que resultou no falecimento de 71 pessoas, em 2016. Acabou conquistando o campeonato estadual e, no Campeonato Brasileiro de 2017, uma vaga na Copa Libertadores. Rui Costa deixou a equipe catarinense no meio do Brasileirão de 2018, quando a Chape flertava com a zona de rebaixamento com apenas 18 pontos em 17 partidas.

Pelo Athletico Paranaense, o dirigente assumiu a equipe quando ocupava a zona de rebaixamento do Brasileirão 2018, coincidentemente o técnico do Furação era Fernando Diniz, hoje técnico do São Paulo, que acabou sendo substituído com a efetivação de Tiago Nunes, com quem o Furacão conquistou o inédito título da Copa Sul-Americana.

Rui Costa tem um grande desafio pela frente como diretor executivo do São Paulo, o Tricolor segue numa fila de nove anos sem títulos oficiais. Período de diversas trocas no comando do clube, desde reformulações nos elencos, passando por treinadores, dirigentes e presidentes, sem que os títulos voltassem a ser conquistados.

Segundo fontes, o problema do São Paulo segue sendo institucional, há quem sugira separar o clube social do futebol, nomes como do técnico Jorge Sampaoli começam a ser ventilados, junto de muitas críticas na relação política de Casares com o conselho do clube.

Ver mais

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade