HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Ceni vibra com chance de título e elogia Gabigol: “tenho admiração por ele”

Card image

Créditos: Alexandre Vidal / Flamengo

A vitória do Flamengo em Porto Alegre, nesta quinta-feira (28) tem vários significados. O resultado positivo coloca o rubro-negro na vice-liderança, aumenta a invencibilidade contra o Grêmio para 8 jogos, mas também deixa Rogério Ceni mais enturmado sobre o dia a dia do clube carioca. Em entrevista coletiva, o treinador voltou a afirmar que o Mengão segue vivo na luta pelo octa e admitiu que “está aprendendo como funciona o clube”.

“Acho que isso é o mais importante. Chegar faltando seis rodadas, mesmo com alguns tropeços, algumas boas atuações sem vitórias, outras não tão convincentes, e ainda chegar faltando seis rodadas com chances e briga real pelo título. Sabemos o quanto é importante para o torcedor flamenguista. Quando você está no Rio de Janeiro, você começa a conhecer a torcida do clube. É muito mais do que uma simples noite de vitória. É o prazer, a alegria de tanta gente humilde tem em voltar para casa, sair do bar onde assistiu.  Devagar você vai entendendo como funciona. É o motivo de alegria de muita gente, a grande vitória da vida de muita gente”, falou.

Autor de um golaço e de duas assistências, Gabigol, foi elogiado pelo comandante. “Tem 16 jogos que eu estou aqui e só teve apenas um que o Gabriel não começou jogando. Hoje ele se tornou o 5º maior artilheiro do Flamengo na história do Brasileiro. Não só conto, como tenho admiração por ele. Cresceu nos últimos jogos, tem dado combate na marcação, sendo mais intenso e sempre coloco para jogar”, explicou o treinador.

Gabigol voltou a marcar e deu duas assistências em Porto Alegre – Créditos: Alexandre Vidal / Flamengo

Apesar do resultado, o Flamengo voltou a apresentar problemas no setor defensivo, e acabou castigado com um gol de Diego Souza. Rogério admitiu que o time esteve abaixo nos 45 minutos iniciais. “No primeiro tempo, criamos algumas oportunidades, mas o time foi muito lento. No segundo tempo, mudamos o sistema com os mesmos jogadores e conseguimos mudar a atitude do time em campo”, afirmou.

O detalhe é que a equipe voltou a apresentar nos 45 minutos finais uma postura que relembrou o time multicampeão de 2019. Aliás, as mudanças no posicionamento de jogadores como Bruno Henrique, Arrascaeta e Gabigol foram determinantes para a vitória rubro-negra ser construída. Ceni explicou as alterações.

Isla decretou a vitória do Flamengo por 4 a 2 sobre o Grêmio – Créditos: Alexandre Vidal / Flamengo

“Mudamos taticamente o posicionamento da equipe. Empurramos o Bruno para frente, abrimos o Arrascaeta e jogamos o Gerson no sistema que começamos, porque precisávamos ser agressivos para recuperar a bola. Mas eles também conhecem, têm responsabilidade, caráter, estão acostumados a ser campeões, brigar por títulos, e seguimos vivo na competição”, contou o treinador.

Com 58 pontos, o Flamengo é o novo vice-líder do Brasileirão, a 4 pontos do líder Internacional. Na próxima rodada, o Mengão encara o Sport em Recife, na Ilha do Retiro, às 20h, da próxima segunda-feira (1º).

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade