HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Sport faz ótimo segundo tempo e vence clássico nordestino contra o Bahia

Card image

Créditos: (Foto: Anderson Stevens / Sport Club do Recife)

O Sport recebeu o Bahia pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro na Ilha do Retiro no começo da noite deste domingo (24) para o jogo encarado como o mais importante da temporada até aqui. E se por um lado a equipe de Jair Ventura tem sofrido com a limitação técnica ao longo do campeonato, por outro, entrou em campo com o espírito de decisão que o desafio exigia, dominando o adversário sobretudo no segundo tempo e vencendo com autoridade por 2×0. Foi a primeira vitória por mais de um gol dos recifenses na competição, coroando a melhor atuação no Brasileirão, que garantiu subir até o 14º lugar, atingindo a marca dos 35 pontos.

O Bahia iniciou buscando impor uma marcação alta e dificultando a saída de bola dos leoninos, mas ainda assim, foi o Sport que tentou primeiro em chute de longa distância de Betinho, defendido por Douglas sem maiores dificuldades. Os visitantes tiveram a oportunidade de responder aos 13, quando Thiago recebeu nas costas do lado direito da defesa rubro-negra e desceu sozinho, mas na hora de concluir a jogada, errou feio o passe e mandou direto pela linha de fundo.

Aos 16, os baianos tiveram uma nova boa chance, quando Gilberto recebeu cruzamento na pequena área, mas testou para fora. Dois minutos depois, foi a vez do Leão, quando Thiago Neves recebeu de Dalberto e, em jogada semelhante aos gols que fez contra Athletico, Coritiba e Fortaleza, buscou o chute colocado, mas acabou carimbando a zaga. Aos 23, a defesa tricolor voltou a travar a finalização pernambucana na hora certa, desta vez no chute de Dalberto.

O jogo era equilibrado, e aos 28 Gilberto tentou pela segunda vez, agora chutando forte da entrada da área e obrigando Luan Polli a fazer boa defesa. Na segunda metade da etapa inicial, contudo, a partida perdeu em intensidade. Os times não demonstravam dificuldades na criação e não esbarravam na marcação feita pelo adversário, tanto que o próximo lance perigoso só veio a acontecer em arremate de Patric, exigindo ótima defesa de Douglas.

No início do segundo tempo, o Sport ensaiou uma blitz sobre o Tricolor, mas a falta de qualidade pesava nas tentativas de definir as jogadas. Marquinhos e Júnior Tavares tentaram num primeiros três minutos, mas mandaram mal na finalização. Ewerthon, aos 5, balançou as redes, mas o gol foi anulado devido à posição de impedimento de Thiago Neves, que deu o passe.

Aos 18, a cena se repete: Ewerthon recebe, desta vez de Dalberto e faz o gol, porém mais uma vez o VAR entra em ação e anula o tento leonino. Mas aos 27, Patric cruza na área, a bola desvia em Maidana e sobra para Thiago Neves, que mata no peito e emenda uma bicicleta para fazer um golaço, compensando a agonia rubro-negra pelos dois anulados anteriormente.

Para não perder o costume, Ewerthon conseguiu uma façanha: teve o terceiro gol anulado aos 32, desta vez quando aproveitou falta cobrada por Patric, mas novamente foi assinalado impedimento na jogada, desta vez do próprio prata da casa do Leão. O domínio dos donos da casa não cessou, e aos 40 Maidana aproveitou o rebote de grande defesa de Douglas para ampliar o placar: 2×0 Sport.

Ver mais

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade