HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Enfim vencemos, Dado ganha 1º partida a frente do Esquadrão.

Card image

Créditos: Felipe Oliveira / EC Bahia

Na noite desta quarta-feira (20), o Bahia entrou em campo para enfrentar o Athetico Paranaense, na escalação algumas mudanças, como já era esperado o Bahia perdeu os jogadores Daniel e Clayson (esse não foi perda, e sim ganho) para a partida por terem testado positivo para o covid-19. Lembrando que Gilberto, já era uma perda esperada pelo mesmo motivo, apesar do jogador não apresentar mais sintomas, ele não passou no teste da CBF, ficando assim impedido de jogar.

O time entrou numa formação para propor o jogo, os primeiros minutos foram marcados por um intenso ataque do Bahia, contra uma defesa bem postada do time paranaense. Mas não passou disso, ambos os times pareciam bem satisfeitos com o empate em campo, apesar do Bahia ser um pouco mais ofensivo. Como sofre o torcedor do tricolor, esperava recordar a goleada que deu no Athletico em 2017 e reviveu no 1º tempo o time sem graça da temporada atual.

No início do segundo tempo os times voltaram sem nenhuma alteração, e em campo quase nada mudou. Insatisfeito com o Bahia em campo, Dado então promoveu as seguintes mudanças, Fessin por Rossi e Gabriel por Rodriguinho. Eu sou totalmente ferrenha a entrada de Rossi, e acredito que a maioria da torcida reclamou nesse momento, mas, o que não esperávamos era que Rossi daria o passe para o gol do Bahia, após cruzamento, Thiago aproveitou e chutou pra dentro da rede. Bahia 1 x 0 Athletico – PR, e a torcida clama, “acaba o jogo”, logo após o gol, o time teve mais uma mudança, saiu Ramon para a entrada de Ronaldo.

Aos trinta minutos, Thiago ainda perdeu um gol, o que poderia ter sido o segundo gol do tricolor. As últimas alterações da equipe veio com as saídas de Ramírez para a entrada de Edson, e Thiago para a entrada de Alesson, as mudanças tinham a intenção de segurar mais o jogo, já que neste momento o time paranaense começou a gostar mais da partida.

Torcedor do Bahia tem paz? Não mesmo, o arbitro deu cinco minutos de acréscimo, tempo suficiente para fazer a torcida surtar, sendo o Bahia em campo, é com emoção ou sem emoção? É emoção até o final, mas a torcida só queria um jogo mais tranquilo. Enfim, o Bahia reencontrou o triunfo, como eu tanto clamava nos pós anteriores, “toca pro Thiago, envolve o garoto na jogada”, não foi um jogo primoroso dele, mas ao ser requisitado, fez o gol.

Respira o torcedor, após um jogo em que o time não convenceu ainda, Bahia ganha e sai da zona momentaneamente, agora a torcida precisa torcer contra o Fortaleza para que o tricolor baiano se mantenha fora da zona da degola no final da rodada, que só terminará amanhã (quinta-feira).

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade