HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Palmeiras perde um caminhão de gols e só empata com o Grêmio

Card image

Créditos: Veiga marcou e espantou a zica, mas o Palmeiras perdeu gols demais e saiu sem a vitória (Foto: Cesar Greco;Palmeiras)

Depois de perder um monte de gols no primeiro tempo, o Palmeiras só empatou com o Grêmio por 1 a 1, na noite desta sexta-feira, e perdeu a chance de subir no Brasileirão: chegou a 48 pontos, oito a menos que o São Paulo. Mais do que isso, frustrou a torcida e deixou algumas lições para as próximas partidas, inclusive as decisões da Copa do Brasil e da Copa Libertadores.

Abel Ferreira escalou uma defesa próxima da titular, apenas com Alan Empereur no lugar do contundido Gustavo Gómez; no meio, Emerson Veiga ficou mais recuado e Zé Rafael dividiu a armação com Raphael Veiga; no ataque, Rony e Breno Lopes tinham a missão de jogar pelas pontas e Willian Bigode entrou como centroavante.

O Verdão começou o jogo disposto a apagar a imagem deixada na terça-feira e começou com a maior parte do tempo com a bola. As chances começaram a aparecer a partir dos 20 minutos, com três bolas na trave em seguida: Rony, Willian e Breno Lopes, até que enfim o gol saiu, aos 33 minutos: Willian ganhou dividida de Rodrigues na esquerda e tocou para a área; Viña escorou para Rony, que furou, mas Raphael Veiga conseguiu marcar e acabar com a zica – estava de jejum desde a vitória contra o Bahia, em 12 de dezembro.

O Grêmio enfim saiu mais para o jogo, obrigando Weverton a duas defesas em chutes de fora, mas o Palmeiras continuou senhor da partida até o fim do primeiro tempo. Na etapa final, o cenário mudou: o time gaúcho resolveu jogar, em busca do empate, e o Palmeiras passou a se segurar mais, apostando nos contra-ataques para definir a partida. Willian parou em grandes defesas de Vanderlei aos 20 e 22 minutos.

Abel então começou a mexer, colocando Luiz Adriano no lugar de Rony e Kuscevic no de Empereur. O jogo diminuiu de ritmo, com o Palmeiras no controle e o Grêmio ameaçando eventualmente, especialmente em bolas paradas. Numa delas, aos 33, Jean Pyerre bateu falta, a bola bateu na cabeça de Kuscevic e quase enganou Weverton, mas saiu. Gustavo Scarpa e Lucas Lima entraram com a missão de reforçar o meio e tentar armar o contra-ataque que definiria o jogo, mas as chances paravam em erros seguidos de passe.

Aos 43, o castigo: após tabela com Maicon, Luis Fernando cruzou e Diego Souza cabeceou, sem a menor chance de defesa para Weverton. O Palmeiras ainda quase levou a virada nos acréscimos, numa falta do mesmo Diego Souza que nosso camisa 1 defendeu com classe. No fim, o empate deixa algumas lições: não se pode perder tantos gols e nem acreditar que o jogo está resolvido antes dos 90 minutos. Que o time relembre isso para o Dérbi de segunda-feira.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Comentários

  1. Pingback: Atrás do gol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade