HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

ALAMBRADO: mais do que vencer

Card image

Créditos:

Começou a luta pelo acesso à Série A do futebol do Rio de Janeiro

Rolou a bola para o Campeonato Carioca 2021! No último sábado (16), as seis equipes postulantes à elite do futebol fluminense entraram em campo. Nova Iguaçu e Americano começaram bem, somando três pontos. America e Sampaio Corrêa ficaram no empate em 1 a 1, enquanto Friburguense e Cabofriense não pontuaram.

Já aprendemos, nos últimos dezoito anos, que campeonato de pontos corridos é traiçoeiro. Quem não estiver atento desde o começo, corre o sério risco de ficar no meio do caminho. Já se observou que é inocente ideia de que “depois recupera” – tanto para a conquista do título, quanto para luta contra o descenso. E, nas séries A e B do Campeonato Brasileiro, se tem trinta e oito rodadas. No caso da seletiva do Rio, são dez, e somente um ficará feliz.

A primeira rodada já tirou dois pontos de America e Sampaio Corrêa, e três pontos de Friburguense e Cabofriense. Mas do que ganhar pontos, é muito importante não perder. Num campeonato assim, o meu raciocínio é o de que todos os times começam com trinta pontos, e vão perdendo ao longo das rodadas. E o que se perde, não se recupera.

Tiro curto, pressão dos investidores, pressão da torcida, pressão por um contrato renovado ou uma venda que renda bem ao bolso. Tudo pelo sonho de chegar à elite. Depois, a luta é outra: continuar lá. Mas, isso é papo mais pro futuro. Uma coisa de cada vez. Um jogo de cada vez. Um ponto de cada vez.

As seis equipes voltam a campo na próxima quarta-feira (20), às 15h, com os seguintes confrontos:
– Sampaio Corrêa x Nova Iguaçu (Lourival Gomes)
– Friburguense x Americano (Eduardo Guinle)
– Cabofriense x America (Correão)

NA GRADE:
– a Futebol 7 Brasil cresce a cada ano e chegou com força no Rio de Janeiro. Mudanças estruturais no gramado sintético fluminense;
– algumas “camisas de time” ainda não têm confirmação de participação este ano. Se, por um lado, pode diminuir a atenção do grande público, por outro, dá força aos times “sem camisa” de firmarem seu nome no cenário do fut7;
– a FERJF7 está se organizando para o ano de 2021. A recuperação do presidente Gilberto Demercian, que contraiu covid, é uma boa notícia para os amigos, bem como para os que jogam por lá. Breve, churrascaria;
– a ACERJ – Associação de Cronistas Esportivos do Rio de Janeiro – teve sua eleição realizada na última sexta-feira (15). Eraldo Leite, que já estava como presidente, foi candidato à reeleição e continua à frente da instituição por mais três anos.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade