HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Relembrar é viver: a última vitória do Sport contra o Fluminense no Maraca

Card image

Créditos: (Créditos: LUCAS MERÇON/FLUMINENSE F.C.)

Neste sábado, o Sport visita o Fluminense no Maracanã para disputar mais uma partida decisiva em sua caminhada na busca pela permanência na elite nacional em 2021. O duelo, válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, significa uma possibilidade de recuperação para as duas equipes, que vem de derrotas dolorosas: o Leão, perdeu em casa para o Palmeiras com erros graves de arbitragem, e o Tricolor das Laranjeiras vem de uma sonora goleada de 5×0 sofrida ante o Corinthians.

A última vitória rubro-negra no Rio de Janeiro foi marcante para a torcida, e também aconteceu em um contexto parecido com o atual, onde os leoninos também lutavam contra o rebaixamento. O ano era 2017, o time então comandado por Daniel Paulista chegou a ser dado como rebaixado por muitos, chegando à antepenúltima rodada com a corda no pescoço. No entanto, a vitória contra o Bahia na Ilha do Retiro deu uma sobrevida aos pernambucanos, que para se manter vivos na briga pela permanência, precisavam vencer no Maraca um Fluminense que já não tinha mais objetivos no ano.

O nervosismo, natural da situação em que o Sport se encontrava, se transformou em alívio já nos primeiros 22 minutos, quando André balançou as redes duas vezes, abrindo uma ótima vantagem para os visitantes. No primeiro, escorou cruzamento rasteiro de Marquinhos, e no segundo, aproveitou bate rebate na área carioca após cobrança de escanteio escanteio. Porém, como o torcedor rubro-negro está acostumado, aquele começo tranquilo estava bom demais para ser verdade.

Ainda na primeira etapa, de bicicleta, Marcos Júnior diminuiu para o Flu aos 37 minutos. E o gol dos donos da casa faria com que o segundo tempo corresse, para a torcida do Leão, três vezes mais devagar do que o normal. Mesmo sem uma grande pressão importa pelos tricolores, o jogo era duro e equilibrado. Já nos primeiros minutos, Magrão fez uma grande defesa em nova chance de Marcos Júnior, evitando o gol de empate, e mais para frente Renato Chaves teve uma boa oportunidade de cabeça, mas mandou por cima da meta.

Também de cabeça, André chegou muito perto de fazer seu terceiro gol, mas parou numa ótima intervenção de Cavalieri. Em seguida, Rogério teve a grande chance para matar o confronto ao receber na cara do gol, mas preferiu tocar de lado ao invés de concluir a jogada. O preço pela chance perdida não foi sofrer o empate, mas sim um susto que foi caro o suficiente para o coração dos leoninos: no último lance, o Fluminense tem uma falta a ser favor, cobrada no travessão de Magrão.

A vitória suada, somada aos resultados complementares da rodada, fizeram o time de Daniel Paulista chegar vivo no jogo derradeiro, onde derrotou o Corinthians e, contando com as derrotas de Vitória e Coritiba, garantiu a permanência na primeira divisão por mais um ano. No melhor estilo Sport: sofrido e aguerrido, como o torcedor espera que seja neste sábado.

Ver mais

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade