HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Sim, eu estou iludido!

Card image

Créditos: Luiz Neto/Confiança

Quem me conhece sabe que eu sou pessimista. Eu sou o cara do “vamos devagar, vamos analisar a situação direito”, isso inclusive irrita alguns amigos meus. Sou sempre muito cético com as coisas, até mesmo no futebol. É o time engatar uma sequência boa que eu sou o primeiro a lembrar que precisa ter os pés no chão. Mas eu preciso confessar aqui, a virada por 2×1 contra o Confiança fora de casa está me deixando sonhar.

A vitória deixou o Operário com 48 pontos e, dependendo da combinação de resultados de CSA e Juventude, pode ficar a quatro pontos da zona de classificação. A missão ainda é muito difícil, os adversários são qualificados e não depende só da competência alvinegra, mas ainda existe uma remota chance de acesso e é nessa pega possibilidade que eu estou me agarrando.

Falando da vitória fora de casa contra o Confiança, o Treinador Matheus Costa teve os desfalques de Douglas Coutinho e Tomas Bastos, no Departamento Médico. O treinador escalou o alvinegro com: Martin Rodriguez; Alex Silva, Bonfim, Ricardo Silva, Fabiano; Vilela, Pedro Ken, Marcelo; Maranhão, Rafael Oller e Ricardo Bueno.

O primeiro tempo da partida começou com domínio dos donos da casa, que abriram o placar aos 7 minutos, com Iago, que aproveitou a falha do goleiro alvinegro e mandou a bola por baixo das pernas de Martin Rodriguez. O Operário até tentou equilibrar a partida, tendo mais posse de bola, mas esbarrou na dificuldade de criar lances de perigo. O melhor momento do Fantasma na etapa foi a cobrança de escanteio feita por Marcelo, que deu no travessão da meta do Confiança, sendo quase um gol olímpico.

O Fantasma voltou igual para o segundo tempo. Com a postura ofensiva, os alvinegros empataram o jogo na bola parada. Em nova cobrança de escanteio, Marcelo ergueu alto, para que Ricardo Bueno viesse de trás e cabeceasse no gol.

Com tudo igual no placar, Matheus chamou Thomaz, Chorão, Jiménez e Jean Carlo para tentar a vitória. Aos 32 minutos do segundo tempo, quem quase amplia a vantagem é o Confiança, com bonito lance individual de Iago, que pecou na finalização. Sorte nossa, pior para eles.

Quando parecia que o empate era bom, Costa chamou Reniê para o lugar de Rafael Oller. Os torcedores mais cornetas, eu incluso, acharam que entraríamos numa retranca para segurar o resultado, mas o Fantasma seguiu agredindo o Dragão e em novo escanteio a virada veio. A bola levantada na área sobrou no pé de Reniê, que teve a frieza para mandar de chapa e fazer um golaço que nos deixa sonhar com coisas maiores faltando quatro jogos para o fim da temporada.

Ainda tem muito para acontecer, quinta-feira nós pegamos o CRB no Germano Krüger às 19h15 e dentro do elenco o foco deve ser esse, jogo a jogo. Deixa sonhar para nós que nem na arquibancada podemos estar, os pés firmes no gramado ficam para quem pode tornar esse sonho real. Vamos lutar até o fim!

Uma corneta pontual: aposentem a camisa rubro-negra de goleiro, não faz sentido usar uniforme nas mesmas cores de um rival da capital!

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade