HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Previsível, Flamengo volta a perder para o Ceará e se complica no Brasileiro

Card image

Créditos: Alexandre Vidal / Flamengo

Sem criatividade e cometendo muitos erros, o Flamengo voltou a ter uma apresentação previsível e perdeu para o Ceará por 2 a 0 na tarde deste domingo (10), no Maracanã, repetindo o placar do primeiro turno. O técnico Rogério Ceni resolveu mexer na equipe e mandou a campo uma equipe diferente dos últimos jogos, com César, Gustavo Henrique e Pedro, nas vagas de Hugo Souza, Natan e Gabigol. As opções do treinador estiveram aquém do esperado no campo de jogo e pouco contribuíram para um resultado melhor do lado rubro-negro.

A derrota complica a vida do Flamengo na luta pelo título brasileiro desta temporada e começa a ameaçar a vaga do rubro-negro na Libertadores da próxima temporada. Com 49 pontos, o Mengão estaciona na 4ª posição da tabela, mas agora pode ser ultrapassado pelo Grêmio (5º, com os mesmos 49, e adversário dos cariocas no jogo adiado pela 23ª rodada da competição), além do Palmeiras (6º, com 47 e um jogo a menos).

Em relação a disputa pelo título, o Fla segue a sete pontos do líder São Paulo, já que o tricolor voltou a ser derrotado no campeonato. Desta vez, o clube do Morumbi caiu em casa para o rival Santos por 1 a 0, e seguiu com os 56 pontos na tabela.

Flamengo seguiu abusando de jogadas pela esquerda com Filipe Luís – Créditos: Alexandre Vidal / Flamengo

Desde o início da partida, o Flamengo sofreu para vencer a barreira imposta pelo Ceará no Maracanã. Repetindo o jogo previsível da última quarta-feira (6), diante do Fluminense, o rubro-negro pareceu presa fácil para uma equipe que buscou o jogo reativo, fechando os espaços e saindo para o contra-ataque. Logo aos 12 minutos, o Vozão encontrou seu gol: após cruzamento da esquerda, Vina acertou um lindo chute de primeira e colocou os nordestinos a frente do placar.

O gol nitidamente abalou os jogadores de Ceni que, apesar dos gritos do técnico à beira do campo, não conseguiam criar grandes lances. A melhor chance do Flamengo no primeiro tempo veio com Arrascaeta, após ótimo pivô de Pedro, aos 26, finalizou dentro da área, mas parou em ótima defesa de Richard.

Na etapa final, Ceni tirou Gustavo Henrique (que na oportunidade já estava pendurado com amarelo) e colocou Diego em campo, recuando Willian Arão. A modificação deixou o Flamengo mais ofensivo, mas a previsibilidade e a pouca criação seguiram, ajudando o Vozão.

Barrado por Ceni, Gabigol jogou pouco mais de 30 minutos – Créditos: Alexandre Vidal / Flamengo

Barrado pelo treinador, Gabigol só entrou em campo aos 24’ e pouco pode ajudar. Com um adversário fechado e sabendo o que precisava, o Fla novamente sucumbiu e quando eram jogados 44 da etapa final, veio o ato final: Vina puxou contra-ataque e lançou Kelvyn do lado esquerdo, ele ajeitou o corpo e finalizou, vencendo César: 2×0 Vozão.

Segunda derrota seguida do Flamengo, de Ceni. Terceiro tropeço consecutivo na competição. Resultado que aumenta a crise nos bastidores do Flamengo e que pode complicar a vida do treinador, que completou dois meses no cargo nesta tarde.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade