HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Por que Santos permaneceu em campo no intervalo contra o Boca?

Card image

Créditos: Flicker SFC

REDAÇÃO

@atrasdogol

Depois que os dois casos de coronavírus foram conhecidos em Santos , as suspeitas no Boca começaram a crescer, principalmente porque no intervalo Cuca, o técnico do Peixe, decidiu não levar a equipe ao vestiário e dar a palestra técnica dentro do campo.

As suspeitas de que essa determinação tivesse algo a ver com o fato de o time paulista já conhecer os casos positivos dentro de seu elenco , essas especulações foram perdendo força. A decisão do brasileiro não foi inédita.

Em 2018, também à frente do Santos, executou a mesma estratégia. Naquela partida contra o Independiente pela Copa Libertadores, o time de Cuca foi eliminado depois de cair por 3 a 0 no jogo de ida – a Conmebol deu a vitória ao time de Avellaneda devido à inscrição irregular de Carlos Sánchez na equipe brasileira. Na partida de volta empate de 0x0 e classificação do Rojo.

Por sua vez, num confronto anterior com Miguel Ángel Russo, quando esse dirigia o Rosario Central, Cuca então treinador do São Paulo, também deu a palestra no banco de reservas na segunda partida das oitavas de final a Copa Libertadores de 2004 , série que terminou com triunfo para o Tricolor.

Boca vs.  Santos: A Cuca cumpriu sua cabala, as suspeitas acabaram?
Libertadores 2014 – Cuca também não levou o time ao vestiário no intervalo

Portanto, com este pano de fundo, além de o Boca conseguir provar que o Santos sabia ou não da situação de saúde que alguns de seus jogadores estavam passando , a decisão de Cuca parece indicar que longe de querer encobrir qualquer situação, era uma superstição com esperança de alcançar. os mesmos resultados que obteve em 2004 contra Russo. Pode?

O Atrás do Gol após relatar em primeira mão que a equipe argentina estuda pedir os pontos da partida “Boca requere pontos da partida contra o Santos por testagem positiva de dois brasileiros para Covid-19” e denunciar todas as vezes que equipes brasileiras foram prejudicadas pelo Boca e a Conmebol “Boca Juniors e as tradicionais ajudas da arbitragem” segue em busca da verdade e de provar a inocência do Santos.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade