HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Palmeiras garante mais três pontos no Brasileirão na Ilha do Retiro

Card image

Créditos: Cesar Greco/ Comemoração de Willian, que marcou o único gol da partida.

Com time misto, o Palmeiras jogou contra o Sport na Ilha do Retiro na noite deste sábado, 09. Numa partida difícil, o alviverde conquistou três pontos importantes para se manter no G6 e até vivo na competição, vencendo por 1×0.

O jogo começou tenso, com o Sport melhor e mais ligado. A primeira chance do jogo aconteceu aos 13 minutos da primeira etapa. O Sport estava pressionando muito a saída palmeirense e foi assim que conseguiu roubar a bola, fazendo uma jogada pela direita. Depois de um cruzamento, Dalberto recebeu na área e cabeceou bem em direção ao gol, mas parou numa bela defesa de Weverton.

O Palmeiras respondeu aos 17 minutos, com um chute de Zé Rafael da entrada da área. O goleiro adversário salvou também com uma bela defesa.

Até aproximadamente os 20 minutos do primeiro tempo, o Sport foi melhor. Patric, lateral direito do time, foi uma peça bastante importante e conseguiu criar espaços na defesa palmeirense. Aos 21 do primeiro tempo, o jogador recebeu livre e, no que pareceu mais um chute do que um cruzamento, levou perigo para dentro da área, mas Weverton estava atento e defendeu bem.

O Palmeiras forçou muitos passes e errou bastante. O time claramente estava pouco entrosado e sofreu durante o primeiro tempo para construir as jogadas. E apresentou muitos problemas no sistema defensivo, o maior problema do time alviverde na primeira etapa.

Ainda assim, aos 27 do primeiro tempo, o Palmeiras fez um gol bem construído. Luan acertou o lançamento que estava tentando desde o começo do jogo (tendo errado todos até então), Gabriel Veron recebeu e, novamente na qualidade individual, tocou bem para dentro da área, encontrando Willian. O atacante dominou fazendo a antecipação, passou pelo zagueiro e chutou por baixo das pernas do goleiro Luan Polli. A eficiência da equipe de Abel Ferreira funcionou mais uma vez.

O gol deu mais tranquilidade para a equipe palestrina e serviu para equilibrar a partida, mas o Sport continuou pressionando e tentando construir jogadas. Aos 41 do primeiro tempo, Weverton foi novamente exigido. Thiago Neves recebeu bem dentro da área, com a marcação chegando atrasada, e chutou com efeito para a meta do Palmeiras. O goleiro, que vem sendo um dos principais jogadores da temporada, espalmou bem, garantindo um primeiro tempo sem gols pelo lado do Sport.

Logo em seguida, aos 42, Zé Rafael desperdiçou grande chance, num contra-ataque de 3 palmeirenses contra 2 defensores. O jogador poderia ter passado a bola para Willian ou Breno Lopes, que estavam entrando livres na área, mas acabou chutando por cima do gol, com muita força, desperdiçando a oportunidade de ampliar o placar.

Para a segunda etapa, Abel Ferreira tirou Gabriel Veron, que voltou recentemente de lesão, e colocou Gabriel Menino. Aos 12 minutos, Raphael Veiga sentiu dores e foi substituído por Alan Empereur. Em seguida, Patrick de Paula, que não pode jogar o próximo jogo, entrou no lugar de Zé Rafael.

As substituições fizeram efeito no time. Aos 15 minutos do segundo tempo, Breno Lopes fez uma jogada maravilhosa, usando uma das suas principais características, a velocidade, e puxando o contra-ataque. Lucas Esteves acompanhou bem a jogada e recebeu a bola enfiando rapidamente de volta para Breno que estava dentro da área. O atacante perdeu o gol ao tentar tirar do goleiro e chutar no canto, a bola bateu na trave. Pouco tempo depois, Willian perdeu um gol inacreditável. Parece ser a sina do jogador: fazer gols difíceis e desperdiçar os fáceis.

O Palmeiras desperdiçou muitas chances no jogo. Ainda teve bola de Patrick de Paula, de fora da área, passando muito perto do canto do gol adversário e Breno Lopes parando nas mãos do goleiro do Sport.

Apesar de o jogo ter ficado mais aberto no segundo tempo, não houve gols nesta etapa. O Palmeiras estava administrando bem a partida e ainda contou com a entrada de Rony e Danilo no lugar de Lucas Lima e Lucas Esteves.

Mas, bem no fim do confronto, a tensão cresceu com um pênalti marcado a favor do Sport e anulado pelo VAR numa decisão polêmica: a bola foi chutada pela defesa allviverde na direção da linha lateral e bateu na mão de Rony, mas a arbitragem considerou o lance como sendo inesperado. O time do Sport reclamou muito da anulação, mas não adiantou. A partida terminou com vitória palmeirense, que só não foi mais elástica por erros de finalização.

O resultado foi muito importante também para mostrar que o trabalho de Abel Ferreira tem sido bastante consistente e que o elenco do Palmeiras é capacitado. Os três pontos dão confiança e ânimo para o time alviverde, que tem decisão muito importante na próxima terça-feira, 12, contra o River Plate, na partida de volta da semifinal da Libertadores.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade