HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Transe em transe

Card image

Créditos:

@alexcalheiross

O ano novo começou com título nacional importante. Seria ainda mais valorizado, é claro, se fosse com o time principal. Não há dúvida. Mas, infelizmente, no futebol profissional o Vasco segue claudicante e em busca de uma luz no fim do túnel. Ela virá! A luta contra mais um vexatório rebaixamento ganha um aliado importante em meio a já tradicional, cansativa e interminável crise política: Vanderlei Luxemburgo. O treinador volta a São Januário e tem a difícil missão de recolocar nos trilhos o trem bala da Colina. Que venham dias melhores. De volta a base a injeção de ânimo recebida no início de 2021 com a conquista de forma invicta da Copa do Brasil pela molecada Sub20 fez com que a felicidade voltasse ao semblante do torcedor. Correto? Errado.

É bem verdade que a esmagadora maioria (Amém!) comemorou o triunfo merecido sem se deixar levar pela hipnose coletiva do desagrado. Mais do que a vitória o torcedor renovou-se em esperança graças ao desempenho convincente dos que surgem. O torcedor festejou sim, mas conhece o tamanho e a projeção de cada conquista. Por outro lado a turma dos insatisfeitos de plantão não dá trégua. O silêncio ecoou de forma ensurdecedora e pouca animação se viu por aí em relação ao título.

Os mais radicais, por sua vez, seguem misturando alhos com bugalhos e vociferaram em alto e bom tom o mantra repetitivo sobre a política do clube. Todos em transe. Censura? Dirão eles. Longe de mim cercear qualquer tipo de manifestação democrática. Todos podem, devem se posicionar, se expressar e terão em mim um companheiro na luta. Defenderei sempre a liberdade de expressão e batalharei incansavelmente por este direito. Mas, até me valendo deste mesmo poder, fica aqui a minha sugestão: transe!

Sexo é bom e ajuda demais, principalmente em tempos de clausura e incertezas. É bom para a pele, para o corpo, dá mais vitalidade e ajuda a mente. Sei que me criticarão e isto faz parte daquilo que disse anteriormente, mas insisto: transe! Transe muito e gostoso! Libere as energias, transpire e extravaze no melhor estilo Cláudia Leite. Vai te fazer bem demais. Tudo porque, ao que parece para alguns, nada é suficientemente satisfatório para garantir elogios e evitar alfinetadas. Política? Nenhuma. Seja lá quem estiver a frente do Gigante é e sempre será o Vasco a razão da minha felicidade. Pense nisto.

Sinto, no entanto, que esta é uma sensação proibida nos últimos tempos. Justifica-se até, porém não dá para fazer da crítica pela crítica a única proposta. Ela é um banho de água fria e serve de combustível para os que já buscam ou inventam motivos para fazê-la. E acredite! Não estamos falando apenas dos rivais invejosos que, habitualmente em busca de afirmação, tentam em vão superestimar as próprias conquistas mesmo minúsculas e desqualificá-las se o mesmo acontece do outro lado.

Os “garotos-enxaqueca” não aliviam. Com o dedo em riste ou com a metralhadora de acusações e suposições conspiratórias nas mãos, eles estão sempre preparados para a guerra. Os alvos? Quem pensa diferente, quem não concorda ou até mesmo possíveis aliados que mesmo compactuando com a mesma linha de raciocínio, sugerem dúbias interpretações. Basta-se entender no outro um possível inimigo. Já era. Acredita-se naquilo que se deseja acreditar e não há outra possibilidade. A paixão é um veneno sem antídoto para a intransigência.

Retomando o papo da garotada, na contramão de todo radicalismo, curiosamente, mesmo depois de uma brilhante conquista, infelizmente raras para o momento, houve um esvaziamento do sentimento de felicidade. A O amor desmedido calou-se e o silêncio beira o constrangimento. Já a ansiedade toma conta e com ela vem o desejo pelo fracasso ou a desconfiança em relação a uma boa notícia. O pessimismo ganha espaço e não demora para o mau humor permanente voltar com força total. Diante de tudo isto e sem indícios de que o vascaíno fará novamente as pazes com a alegria o meu conselho não poderia ser outro: transe! Aqui é Vasco!

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade