HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

CSA

Em jogo sem emoção, CSA e Moto Club-MA empatam por 0 a 0 no jogo de ida da Pré-Copa do Nordeste

Card image

Créditos: Sem rumo. CSA e Moto Club não chegaram ao caminho do gol e fizeram jogo frio em São Luís.

Deu sono! Assim foi a partida de ida da Pré-Copa do Nordeste 2021 entre Moto Club-MA e CSA. O duelo desta terça-feira (5), no Estádio Nhozinho Santos, em São Luís-MA, não saiu do zero. Agora, as equipes voltam a se encontrar no jogo da volta no dia 26 de janeiro, às 21h30, no Estádio Rei Pelé, em Maceió.

A partida marcou a estreia de cinco garotos das categorias de base do CSA: zagueiros Tito, Almir Luan, Wallace, Danilo e Bruno Rafael. No Moto, os reforços contratados para 2021, também fizeram suas estreias: o zagueiro Wanderson, Alisson e o meia Cleitinho.

O Azulão volta a focar na Série B do Campeonato Brasileiro. Os azulinos encaram o Figueirense, na próxima sexta-feira (8), às 21h30, no Orlando Scarpelli. Já o Rubro-Negro maranhaense seguirá a preparação para a partida de volta, já que não disputa mais competições em janeiro.

PRIMEIRO TEMPO SONOLENTO

A primeira etapa de Moto Club x CSA foi sofrível. Em campo, duas equipes sem grandes pretensões. Nenhuma chance clara de gol foi criada na etapa inicial e os goleiros Thiago Rodrigues, do CSA, e Joanderson, do Moto, não tiveram tanto trabalho. Aos 7 minutos, Bustamante, que voltou ao time titular azulino, levantou na área e com facilidade, a zaga cortou.

Bastante fraco, primeiro tempo não teve oportunidades claras de gol

Aos 14’, Rone, do Azulão, invadiu a área, caiu após disputa com Alisson e pediu pênalti, mas a arbitragem nada marcou. Aos 21’, o primeiro chute… mas foi para longe. Bustamante ganhou a dividida com Wanderson, a bola sobrou para Pedro Lucas e o centroavante marujo isolou. Aos 29 minutos, Victor Manoel, do Moto, arriscou. O meia rubro-negro recebeu passe lateral, ajeitou o corpo e chutou para cima do gol de Thiago Rodrigues. Aos 46 minutos, o árbitro Rodrigo José Pereira de Lima encerrou a etapa final.

MELHOROU… MAS NEM TANTO

Na etapa final, os times “abriram o olho”, mas continuaram sonolentos. O segundo tempo foi marcado por muitos erros dos dois times. Logo aos nove minutos, o volante Marquinhos teve que ser substituído após sofrer falta de Rendell. Em seu lugar, entrou o garoto João Victor. Aos 13’, Tito até tentou lançamento para Pedro Lucas, mas o camisa 99 escorregou e desperdiçou a chance.

Aos 15 minutos, o atacante Victor Silva recebeu passe na ponta direita, invadiu a área rubro-negra e chutou em cima da marcação de Jeff Silva. No rebote, ele chutou sem força e facilitou a defesa de Joanderson.  Jogador azulino desperdiçou a principal oportunidade do time na etapa final.

Bizarro! O atacante Rone fez boa jogada pelo lado esquerdo, mas na hora de ganhar o “10” fez feio. Ele chutou sem direção e a bola acabou saindo pela lateral direita. Aos 21’, o CSA apareceu no ataque novamente. Após cruzamento de Bustamante, o zagueiro Lucas Dias cabeceou direto para fora. Aos 27 minutos, Rendell, livre, tentou o chute do meio da rua e “espirrou o taco”. A bola subiu muito e foi parar na arquibancada do estádio. Dois minutos depois, aos 29’, Edrean virou o jogo para Felipe Ferreira, que arriscou, mas a bola foi por cima da trave do CSA.

Jogo truncado e sem eficiência: assim foi a partida de ida entre Moto Club e CSA

Aos 32 minutos, foi a vez do Azulão chegar à área do Rubro-Negro novamente. Bustamante fez o levantamento para a área, a bola sobrou para Rone que emendou o chute e a bola passou por cima da meta de Joanderson. Aos 34’, Edrean lançou para Cleitinho, que dominou, mas se complicou na dividida com a zaga azulina e chutou mal.  

Nos minutos finais, nada de oportunidades, apenas substituições. Wallace deixou a partida para a entrada de Almir Luan, Victor Silva saiu do jogo e Bruno Rafael entrou em seu lugar e Rone foi substituído por Danilo. Todos no CSA. No Moto Club, a última alteração foi a saída de Andrezinho e a entrada de Kauê.

Aos 48 minutos, sem emoção, a partida teve seus números finais: 0 a 0.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade