HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Cruzeiro, tua história é tão bonita

Card image

Créditos:

Em 2 de janeiro de 1921, a Societá Sportiva Palestra Itália surgiu no centro de Belo Horizonte. Com a autorização da Liga Mineira de Esportes, que era responsável pelos campeonatos da cidade, três anos antes, alguns jogos movimentaram os imigrantes italianos que jogavam nos clubes de Minas Gerais. Assim, aconteceu o pontapé inicial para a criação de um clube formado por imigrantes, em sua maioria operários que encontraram no futebol uma forma de expressar o seu amor por seu país natal e de adquirir uma forma de pertencimento/ligação com outros de mesma origem.

 A priori, o uniforme do Palestra tinhas as cores da bandeira italiana: camisa verde, calção branco e meião vermelho. A equipe estreou em abril de 1921 contra um combinado de dois times de Nova Lima, o Vila Nova e o Palmeiras. O Palestra venceu por 2 a 0. Após duas semanas, o Palestra enfrentou pela primeira vez o Atlético Mineiro, o seu rival histórico e venceu por 3 a 0. Dessa forma, as décadas de 20 e 30 do Palestra foram anos de construção e de consolidação no cenário futebolístico mineiro.

No início da década de 40, a Segunda Guerra Mundial assolava o mundo. O Brasil do então Presidente Getúlio Vargas apoiou os Aliados (União Soviética, França, Reino Unido e Estados Unidos) e, por isso, todas as instituições com nomes italianos, alemães e japoneses, deveriam mudar de nome. Com isso, o Palestra Itália virou Palestra Mineiro, em seguida Ypiranga, por apenas uma semana e um jogo. Em seguida, se chamou por definitivo Cruzeiro Esporte Clube, nome que tinha como finalidade fazer alusão à principal Constelação do Hemisfério Sul que se faz presente na bandeira do Brasil e no hino brasileiro.

O primeiro jogo com o nome Cruzeiro Esporte Clube ocorreu em 11 de outubro de 1942 e o time celeste venceu o América por 1 a 0. As cores do uniforme também foram alteradas. Dessa maneira, as cores italianas foram substituídas pelo azul e branco. Cores que já começaram a levar o Cruzeiro a um tri campeonato Mineiro (1943, 1944 e 1945). Na década de 50, o clube continuou aumentando o seu prestígio no cenário mineiro e nacional.

A década de 60, no cenário mineiro, foram anos memoráveis para o Cruzeiro, pois o clube conquistou seis dos dez títulos estaduais disputados naquele período, além de se sagrar pela primeira vez campeão da Taça Brasil no ano de 1966 vencendo o Santos de Pelé.

Portanto, os anos 60 serviram como afirmação do Cruzeiro no cenário nacional, enquanto a década de 70 serviu para consolidar a existência de um gigante incontestado no cenário internacional. Em 1976, o Cruzeiro venceu o River Plate da Argentina na final da Libertadores da América, sagrando-se pela primeira vez campeão Continental e sendo o primeiro time mineiro a conquistar a Libertadores da América. O memorável gol de Joãozinho contra o River ainda está presente no coração dos cruzeirenses e dos amantes do futebol.

A década de 80 foi marcada por anos difíceis para o Cruzeiro, visto que o clube conquistou apenas dois campeonatos mineiros. Os anos de 1990, no entanto, foram especiais, já que o clube se sagrou o maior campeão do Brasil na década, somando 17 títulos. Os mais importantes foram duas Copas do Brasil; duas Supercopas dos Campeões da Libertadores; uma Copa Ouro; uma Copa Master e uma Recopa Sul-americana. Claramente, gostaria de destacar a Copa Libertadores da América de 1997, que o Cruzeiro conquistou com o gol de Elivélton na vitória por 1 a 0 contra o Sporting Cristal do Peru. Essa Libertadores mostrou a força do Cruzeiro e de sua torcida que nesse momento já havia sofrido um crescimento exponencial e se tornado a maior torcida de Minas Gerais e uma das maiores do Brasil, graças aos inúmeros títulos do clube. O ano de 1997 também foi especial para a torcida do Cruzeiro no seu maior palco, o Mineirão. Na vitória de 1 a 0 do Cruzeiro contra o Vila Nova na final do Campeonato Mineiro, foi registrado o maior público da história do estádio com 132.834 torcedores.

Desde os anos 2000, a supremacia celeste em Minas Gerais só aumenta. Já foram seis Copas do Brasil, mais três Campeonatos Brasileiros e inúmeros títulos estaduais desde então. As pesquisas que medem o tamanho das torcidas dos clubes mineiros também indicam que a torcida do Cruzeiro é a maior do Estado, sendo essa caracterizada por apoiar os times nos momentos mais difíceis, por cobrar times vistosos que jogam para frente e por comparecer em grande número nos jogos do clube, como em 2011 quando vencemos o nosso rival por 6 a1 e permanecemos na Série A do Campeonato Brasileiro.

O clube hoje passa por seu momento mais difícil em 100 anos de história. Contudo, a torcida continua ao seu lado, apoiando e buscando retomar os anos de estrelados que o Cruzeiro tem registrado em sua história. Para muitos, assim como para o que vos escreve, o Cruzeiro vai muito além de um clube de futebol e a comemoração desse centenário é mais que especial, pois mostra a vitória de imigrantes italianos, com baixo poder econômico e que encontraram no futebol uma oportunidade de marcarem a vida de gerações futuras. E meus amigos, eles acertaram em cheio: nos moldaram o Palestra Itália. A história, com o passar dos anos, nos forjou o Cruzeiro Esporte Clube, o Maior clube do Estado, temido e respeitado em todo continente americano e a razão mais pura da existência de mais de 9 milhões de pessoas. Por isso, fica aqui o meu agradecimento a todos que marcaram de forma positiva a história do Cruzeiro e que permitiram que a minha vida fosse mais alegre e emocionante ao seu lado, um clube tão combatido, jamais vencido.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade