HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Em noite não tão brilhante, Palmeiras mostra eficiência e está na final

Card image

Créditos: Cesar Greco/ Luiz Adriano, um dos principais jogadores deste time de 2020, comemora o primeiro gol do jogo. Rony (ao fundo) deu a assistência e marcou o segundo.

O Palmeiras enfrentou o América-MG nesta noite de quarta-feira, 30, no Independência, para definir a vaga da final da Copa do Brasil. Em sua última partida do ano, o Verdão não fez boa partida, mas foi eficiente, novamente, e se classificou com dois gols marcados na segunda etapa.

A equipe alviverde começou o jogo mais ligada e um pouco mais intensa do que nos últimos jogos. Bem no início do jogo, o time conseguiu pressionar e até roubou bola na saída do América-MG. Mas a equipe mineira não sentiu e logo subiu a marcação também. Aos 12 do primeiro tempo, o América-MG conseguiu roubar a bola numa cobrança errada de lateral, que resultou num bom cruzamento para a área palmeirense. Se não fosse Weverton, mais uma vez, poderia ter saído o primeiro gol da partida.

O primeiro tempo não foi muito animador. O América-MG, aos 15 da primeira etapa, já estava mais solto no jogo, enquanto o Palmeiras perdeu um pouco a intensidade. Pouca construção de jogada dos dois lados no começo do jogo, muito mais bola longa e chutão, com finalizações muito ruins.

A disputa pelo meio de campo, muito presente no jogo de ida, continuou árdua. Nas vezes em que o Palmeiras tentou inversões de jogadas, conseguiu criar espaços na marcação americana. Mas o último passe palmeirense deixou a desejar.

Novamente, a sequência pesadíssima de jogos parece interferir no futebol palmeirense. As jogadas individuais ficam comprometidas e falta explosão para a equipe. Considerando todas as limitações palestrinas, o América-MG foi melhor no primeiro tempo, explorando bem as dificuldades e a exaustão do lado alviverde.

E o time mineiro conseguiu aproveitar ainda mais no segundo tempo. Pressionando muito logo no começo da etapa final, o América-MG criou jogadas e levou bastante perigo para a meta palmeirense, mas pecou nas finalizações.

O time alviverde sentia muito a pressão, mas a partida mudou com as alterações de Abel Ferreira. Raphael Veiga, Willian e Gabriel Menino saíram para darem lugar a Lucas Lima, Gustavo Scarpa e Patrick de Paula. Sobretudo estes dois últimos se movimentaram bem e deram nova cara ao Palmeiras.

O América-MG seguia sem acertar o gol quando Weverton acertou uma bela ligação direta para Rony – apesar de, antes, ter falhado nas reposições de bola. Aos 24 do segundo tempo, o atacante palmeirense conseguiu ficar com a bola na disputa com o jogador do Coelho e tocou para Luiz Adriano, que mostrou por que é a melhor escolha para o ataque palestrino ao fazer um belo giro para cima do adversário e chutar no cantinho, tirando do goleiro. Mesmo devagar, a bola entrou, num golaço do Palmeiras – gol de craque.

Depois do primeiro gol, o América-MG começou a se perder no jogo. Ainda levou algum perigo numa jogada ou outra, mas ficou nervoso. O Palmeiras, por sua vez, passou a administrar bem o jogo. Numa bola parada, originada novamente numa jogada de Rony, que sofreu a falta, Lucas Lima fez boa cobrança para dentro da área, Mayke conseguiu cabecear bem, mas o goleiro defendeu belamente, mas não foi suficiente. A bola encontrou a cabeça de Rony, que, aos 40 do segundo tempo, fechou a vitória palestrina.

Não foi o melhor jogo do Palmeiras, mas ser eficiente em tempos de partidas a cada três dias é bem mais importante do que jogar bonito. As finalizações e os passes seguem sendo um problema para o time alviverde, mas Abel Ferreira já falou que não tem conseguido treinar o time propriamente – os momentos sem jogos são marcados principalmente por trabalho de recuperação muscular e treinos com uso de vídeo. Pelo menos, o Palmeiras tem seis dias de intervalo até o próximo compromisso: jogo de ida da semifinal da Libertadores, contra o River Plate.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade