HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

“Personagem tóxico”, Foi isso que se tornou Diego Costa, diz jornalista espanhol

Card image

Créditos: Diego Costa fala no celular durante treino com a seleção da Espanha Getty

Esta semana, Diego Costa deixou o Atlético de Madrid, foi uma saída repentina e por isso ainda gera muito o que falar. O jogador atualmente sem clube, está sondando e sendo sondado por times brasileiros. O jornalista espanhol, do El Transistor, José Ramón de la Morena, explicou o que motivou Diego Costa a deixar o time madrileño.

Segundo La Morena, “Diego Costa estava em uma situação muito desconfortável com o clube antes do início da temporada. Isso não é algo que veio agora, mas ficou cada vez mais tenso, empoçando, atolado … Simeone tentou ajudá-lo. Luis Suárez chega e Simeone coloca Diego Costa, ele se alterna com Luis Suárez nas primeiras partidas”

“Mas a atitude de Diego Costa foi se tornando cada vez mais indolente e ele se tornou mais do que um jogador, um personagem tóxico para aquele vestiário e que deixava o clube cada vez mais amedrontado. O clube negociou com ele sua saída, pediu para cobrar todo o seu contrato para sair”, continua José Ramón de la Morena. O jornalista também revela alguns momentos de grande tensão. “A relação com o treinador em formação já era insuportável e com Nelson Vivas, adjunto de Simeone, pior ainda. Porque depois de ter vindo de San Sebastián, só teve de se reconciliar com Nelson Vivas”.

“Diego Costa conversa com o diretor esportivo do clube depois de vir de San Sebastián, ele conta que tem problema de família e que quer ir para o Brasil, porque a família dele foi para o Brasil. Ele fala para ele ir embora, mas que não pode ir a qualquer time da Liga dos Campeões ou da Liga Espanhola sem pagar uma cláusula de 20 milhões. Ele diz que não”, diz De la Morena. E tudo isso cria ainda mais tensão. “Está tudo tenso e Diego Costa deixa de treinar”, afirma o jornalista, que afirma que o clube tinha a intenção de o separar da equipa por causa desta indisciplina, o que não ocorreu porque o contrato do jogador foi finalmente rescindido. “Diego Costa está de saída e o Atlético escapa de um problema, mas agora eles precisam de um centroavante”, conclui o anfitrião do ‘El Transistor’.

A rescisão de contrato de Diego Costa com o Atlético de Madrid, anunciada na manhã desta terça-feira (29), caiu como uma bomba no futebol espanhol. Mas causou burburinho também no Brasil.

Em entrevista ao canal do YouTube Que Partidazo, em 2019, o atacante admitiu que tinha o sonho de jogar no futebol brasileiro. “Tenho vontade de jogar no Brasil: Flamengo, Palmeiras, Corinthians, São Paulo, Cruzeiro, Atlético-MG. Era corintiano na infância, depois na época do Edmundo, eu troquei para o Palmeiras”.

Para onde irá Diego Costa?

Deixe sem comentário.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade