HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Colocaram o Pinto para fora!

Card image

Créditos:

@alexcalheiross

Está aberta a temporada de manchetes escrotas com o agora ex-treinador do Club de Regatas Vasco da Gama, Ricardo Sá Pinto. Quem levará o prêmio de piada de gosto duvidoso e com duplo sentido mais divertida do ano? Aliás, esta sempre foi a única certeza desde a chegada do treinador: como seria o anúncio da saída de Ricardo em caso de fracasso? Hoje não faltam memes: “Pinto caiu!” é a opção mais simplificada. Porém há mais sofisticação vindo por aí. Que tal? “Depois de balançar, Pinto não resiste e pula fora!’ Mais uma: “Pinto na zona não resiste a pressão!” ou: Apesar de duro Pinto sofre na mão dos jogadores e despenca”.

Por ora seguimos sem chacotas e com a notícia do momento. O comandante português não segue a frente do time de São Januário e sem ele os nomes de Zé Ricardo, Dorival e do próprio Luxemburgo ganham força na colina. A mudança não é tão simples como parece. Trocar o treinador de um time com bons jogadores já é tarefa difícil imagine em um elenco reduzido e limitado como é o do Vasco! Missão impossível? Não! Mas será necessário cortar um dobrado para virar a chave. A nova diretoria, por sua vez, se é que será ela mesmo, precisa encarar o problema de frente e antecipar a posse principalmente em relação a tomada de decisões. A nova comissão técnica precisa chegar com a cabeça focada em 2021, mas com o fardo pesado nas costas de ainda ter de salvar 2020. Saca dois em um? É mais ou menos como trocar o pneu de um carro em movimento. Vale até magia para isto.

E a primeira mágica do Réveillon também terá de sair da cartola dos dirigentes: pagar salários e garantir o mínimo de condições de trabalho para quem fica e quem chega beira o milagre da multiplicação dos pães. Incluem-se aí, é claro, os funcionários neste abracadabra. Não há tempo para lamentar. É hora de trabalhar! No fim do pior ano de nossas vidas a esperança de dias melhores pode aparecer dentro do próprio quintal. A base, quem sabe, pode ser a vacina para curar todos os males. Um treinador com olhos atentos para ela poderá nos imunizar contra o rebaixamento. Fica a dica!

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade