HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Santa tem dificuldades de se impor, falha defensivamente e perde do Vila Nova no Arruda

Card image

Créditos: Rafael Melo/Santa Cruz

Pela segunda rodada do quadrangular final da Série C 2020, o Santa Cruz recebeu o Vila Nova no Arruda e acabou perdendo pelo placar de 2×1.

Os gols foram anotados por Henan, abrindo o marcador aos 25 da primeira etapa, aos 35 da segunda etapa final o Vila ampliou através de Raphael Lucas (num lance de infelicidade de Maycon Cleiton). Aos 35 da etapa final, o Santa descontou com Victor Rangel.

SÍNTESE DO JOGO

Apresentando dificuldades na manutenção do modelo de jogo que garantiu o primeiro lugar na primeira fase, somada às dificuldades na transição defesa/ataque, acarretando em muitos erros de passe, o Santa tinha dificuldades de sair para o ataque com efetividade, sendo encurralado em seu campo defensivo, a equipe coral propiciou ao Vila propor o jogo.

Em uma dessas falhas de transição, culminou no segundo gol do Vila, anotado por Raphael Lucas, num lance em que André tentou sair jogando do campo defensivo e errou um passe crucial, dando total espaço para o atleta do time goiano arriscar e vencer o goleiro Maycon Cleiton.
Um erro que custou os três pontos, num cenário em que só restam quatro partidas, e a perda de pontos em casa é inadmissível diante dessa circunstância.

Não culpo o atleta em si (André) pelo resultado negativo, contudo, a postura coral durante o jogo não foi típica de uma decisão.

A equipe assistiu apática ao domínio do meio de campo pelo Vila Nova, mais incisivo, o Tigre já estava em vantagem aos 25 do primeiro tempo, após cruzamento da esquerda, Henan subiu livre e cabeceou fora do alcance de Maycon Cleiton.

O Santa só havia chegado aos nove minutos em finalização de Lourenço.

A única alternativa no jogo de hoje parecia ser as laterais, o meio não se entendia, faltando criatividade para romper a forte linha de marcação do time goiano.

No segundo tempo, foi notória a mesma tônica dos últimos quatro jogos: pouca criatividade no meio de campo, lentidão na transição para o campo de ataque e ausência de compactação, tornando-se presa fácil para os contra ataques do Vila.

A equipe coral volta a campo no próximo sábado (26), contra o Ituano/SP, as 17h. Somente a vitória interessa!

GOLS

Aos 25 da etapa inicial, Alan Mineiro avançou com liberdade pela esquerda e cruzou, Henan cabeceou fora do alcance de Maycon Cleiton: 1×0

Aos 32 da etapa final, Raphael Lucas recebeu um “presente” de André, recebeu livre na entrada da área e chutou para ampliar (após falha de Maycon Cleiton): 2×0.

Aos 35, após cruzamento de Leonan, Victor Rangel testou para diminuir para a cobra coral. 2×1

FICHA DO JOGO

Horário: 17h
Local: Recife, Pernambuco
Estádio: Arruda
Árbitro: Dyorgines José Padovani de Andrade (ES)
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires e Katiuscia M. Berger Mendonça (ambos ES)

SANTA CRUZ
Escalação: Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves e Leonan; Bileu (André), Tinga (Jaderson), Didira (Caio Mancha) e Chiquinho; Lourenço (Victor Rangel) e Pipico.
Técnico: Marcelo Martelotte.
Gols: Victor Rangel
Cartões Amarelos: Toty, Chiquinho

VILA NOVA/GO
Escalação: Fabrício; Celsinho, Adalberto, Rafael Donato e Mário Henrique; Yuri, Dudu, Pablo (Jonh Lennon) e Alan Mineiro (Pedro Bambu/Emannuel Biancucchi); Henan (Rafhael Lucas) e Talles.
Técnico: Márcio Fernandes
Gols: Henan, Rafhael Lucas
Cartões amarelos: Yuri, Mário Henrique, Dudu

Ver mais

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade