HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Cruzeiro vai a Florianópolis para tudo ou nada

Card image

Créditos: Por Cruzeiro Esporte Clube

Após o péssimo empate contra o CSA, na última terça-feira (15), o Cruzeiro tem mais um compromisso decisivo pela Série B, só que, dessa vez, contra o Avaí, na sexta-feira às 20:15, no Estádio da Ressacada. O time celeste se encontra apenas na décima posição, 7 pontos atrás do Juventude (quarto colocado). Já o Avaí, possui 43 pontos, está na sétima posição e precisa da vitória para entrar de vez na briga pelo acesso.

Faltando nove rodadas para o término da Série B, a equipe celeste precisa de uma arrancada considerada histórica para entrar no grupo dos quatro primeiros colocados. A torcida ainda possui esperanças de que as vitórias podem começar a acontecer e que a equipe comandada por Luiz Felipe Scolari consiga esse verdadeiro efeito, dada a situação que o Cruzeiro já se encontrou na competição. Contudo, dentro de campo, o time continua instável, apresentando um futebol pouco vistoso e com algumas posições rendendo abaixo do esperado.

Os próximos dois jogos, hoje contra o Avaí e na terça contra a Ponte Preta, são considerados cruciais para as pretensões do Cruzeiro no campeonato. Nesse contexto, a torcida vem se apoiando ao bom retrospecto fora de casa que o time vem tendo desde a chegada do Felipão. Em sete jogos, a equipe possui cinco vitórias e dois empates fora dos seus domínios, sendo essa uma campanha de uma equipe que já estaria lutando pelas quatro primeiras posições.

Nos jogos fora de casa, o Cruzeiro vem se caracterizando por ser uma equipe que congestiona o meio de campo, que marca do terço médio do campo para trás e que aposta em bolas aéreas para definir a partida. Até o momento, essa estratégia vem dando certo, porém entendo que é pouco para uma equipe como o Cruzeiro que, de agora em diante, precisa somar 3 pontos em quase todas as rodadas do campeonato. Nesse sentido, o importante é que a equipe, nos próximos jogos que restam, consiga apresentar um futebol, minimamente, mais confiável e que se caracterize com menos altos e baixos dentro da partida, pois assim as vitórias poderão ser construídas com naturalidade e não com obras do acaso, como a falha do goleiro adversário (jogo contra o Botafogo de Ribeirão Preto) ou a bola cabeceada na única finalização da equipe no primeiro tempo (jogo contra o Vitória).

Em menos de um mês, o Cruzeiro completa 100 anos. Entretanto, nunca imaginamos passar essa data especial jogando contra o Cuiabá pela Série B do Campeonato Brasileiro e ainda com poucas chances de conseguir o acesso. Se os jogadores, comissão técnica e a diretoria não entendem o quão negativo é isso para o torcedor do Cruzeiro, basta acompanhar as redes sociais por poucos minutos para perceberem como um dia histórico tem sido alvo de piadas por torcedores rivais, devido à dada situação do clube. Isso mexe bastante com o ego da torcida e, também, deveria surtir algum efeito motivador naqueles que representam as cores de uma instituição gigantesca como o Cruzeiro Esporte Clube.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade