HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Palmeiras faz 3×0 e está nas semifinais da Libertadores

Card image

Créditos: Cesar Greco/ Gustavo Scarpa e jogadores palmeirenses comemoram o primeiro gol no jogo contra o Libertad.

O Palmeiras ganhou por 3×0 novamente e se classificou para a semifinal da Libertadores na noite de terça-feira, 15. Jogando em casa, contra o Libertad, e com a vantagem do empate, o alviverde fez uma boa atuação e conseguiu a vaga, como esperado.

O começo do jogo foi bastante truncado e o Palmeiras estava com dificuldades de criar jogadas efetivas. A primeira chance, inclusive, veio dos pés de Sebastián Ferreira, depois de falha de Marcos Rocha na marcação no começo da jogada, o jogador do Libertad recebeu a bola e deu um belo drible em cima do Gustavo Gómez. Weverton saiu muito bem do gol e salvou o time palestrino (mais uma vez) – ele tem sido um dos principais jogadores do time na temporada.

Depois do susto, o Palmeiras acordou mais para o jogo, finalizando mais e buscando mais o gol. E, aos 20 minutos do primeiro tempo, saiu o primeiro gol alviverde. A bola sobrou para Rony, bem na entrada da área adversária, que deixou para Scarpa chegar batendo de primeira e fazendo um golaço bem no cantinho de Martín Silva.

Com o gol, o Palmeiras deu mais liberdade para o adversário, mas não sofreu grande perigo e ainda conseguiu criar chances de gol. Aos 34 minutos do primeiro tempo, Gómez e Bareiro tiveram um preocupante choque de cabeça dentro da área palmeirense e precisaram sair de campo. Gómez foi substituído no segundo tempo, até para ser preservado.

Para a segunda etapa, o Palmeiras entrou sem mudanças. Aos 9 minutos, o time teve uma falta marcada perto da entrada da área do Libertad, de frente para o gol. Scarpa fez uma bela cobrança, no ângulo, mas Martín Silva, ex-Vasco e um bom goleiro, fez grande defesa. Logo em seguida, Gómez não aguentou, precisou novamente de atendimento médico e então foi substituído, entrando Emerson Santos.

O Palmeiras administrava bem o resultado, mas o jogo seguia tenso. E aos 18 minutos, com a ajuda do VAR, o juiz expulsou Iván Piris, que entrou de sola numa dividida com Raphael Veiga e depois ainda chutou o jogador palmeirense. O jogo ficou mais tranquilo para o Palmeiras, que soube fazer valer a superioridade numérica.

Em seguida, Rony fez boa jogada em cima de dois defensores e a bola sobrou para Veron, que perdeu duas chances chutando em cima de Martín Silva. Mas era o indício de um Palmeiras atacando mais e levando mais perigo. Aos 22 minutos, Danilo fez bonito giro no meio de campo, tirando a marcação e tocando para Gabriel Menino. O jogador, que foi um dos melhores em campo, arrancou em direção à entrada da área e abriu para Marcos Rocha, que entrou e cruzou para a chegada de Rony. O atacante conseguiu marcar o segundo num carrinho, tirando o goleiro da jogada.

O Palmeiras ainda teve tempo para perder gols e tomar um susto aos 32 minutos do segundo tempo. Marcos Rocha recuou muito mal a bola para Weverton e Villalba conseguiu ficar com a sobra. O goleiro palmeirense saiu do gol para tentar salvar, mas foi driblado. O lateral alviverde conseguiu se recuperar e fechar o gol, defendendo a bola.

E, para matar o jogo, Weverton fez um grande lançamento para Willian, que fez o pivô de calcanhar para Scarpa. O jogador palmeirense invadiu a área e cruzou para Gabriel Menino, que chegou sozinho e chutou bonito, de chapa, para balançar as redes. Palmeiras garantia, então, a classificação para as semifinais.

O Palmeiras mostrou, mais uma vez, que eficiência importa no futebol. Se não foi uma noite da melhor atuação coletiva, as individualidades brilharam. Destaque para Gustavo Scarpa, Gabriel Menino e Rony. Com um ótimo elenco, o alviverde apresenta equilíbrio entre partidas com organização tática e o grupo funcionando bem e jogos em que conta com a qualidade dos jogadores.

O time do Libertad pode não ser o mais forte da competição, mas apresentou bom futebol e fez duas grandes partidas contra o Palmeiras, inclusive foi elogiado pela imprensa paraguaia. E o Verdão fez a lição de casa muito bem, jogando bom futebol, de maneira segura.

O Palmeiras chega à nona vitória em nove jogos sob comando de Abel Ferreira, sem tomar gols. As semifinais só acontecem em janeiro de 2021, mas o Verdão ainda tem a decisão na Copa do Brasil nos dias 23 e 30 de dezembro e segue tentando subir na tabela do Brasileirão.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade