HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Universo alinhado?

Card image

Créditos: Foto: Bruno Cantini ; Atlético

Era 24 de julho de 2013. Nada era executável naquele dia. A ansiedade tomava conta. Ainda uma estagiária, fui liberada mais cedo por um chefe compreensível. Atleticano. Em casa, escolhi a única camisa possível, aquela especial. Encontrei com os amigos e fui ao Mineirão. Ainda tinha sol, mas já estava lá. Entrei na esplanada com o pé direito. Passei na roleta com o pé direito. Subi o primeiro degrau para a arquibancada com o pé direito. Por 120 minutos, perdi a conta de quantas vezes cruzei os dedos, agarrei o escudo da camisa ou girei em torno de mim mesma. Na disputa de pênaltis, as mãos cobrindo a boca enquanto falava repetidamente “faz, faz, faz”.

A vida de torcedor é uma vida irracional. Qualquer um que você pergunte tem uma superstição diferente. Quando em casa, se o Galo toma gol, eu troco de camisa! Tem quem faça sinal da cruz, tem quem tenha um lugar certo para ficar na arquibancada, o boné da sorte, o amigo da sorte….qualquer coisa que dê sorte é imprescindível!

E não é que essa semana o atleticano tem se agarrado a coincidências (será?) para manter viva sua crença no título nacional?! Com o Galo na segunda posição, a torcida por tropeços do São Paulo tem sido tão intensa quanto pelas vitórias do próprio time. É o momento para ‘colar’ no líder e pressionar!

No domingo, São Paulo enfrentou o Corinthians. Independente da situação de qualquer um é clássico, e clássico quase nunca tem favorito! Mas nesse caso, um tabu se manteve. A torcida do Corinthians trouxe um histórico de combinações de datas de lançamentos de álbuns da cantora pop norte-americana, Taylor Swift e jogos do time. Em nenhuma partida após um lançamento de álbum da cantora o Corinthians foi derrotado dentro de campo! E não é que o último álbum saiu na sexta, dois dias antes do jogo?

Mas e o Galo? Bom, o Galo não se importa com Taylor Swift, mas se importava com a vitória do Corinthians. Mais do que isso, a jornalista Mariana Spinelli, da ESPN, trouxe as coincidências com o número 13 em meio a tudo isso. 13 é o número da sorte da cantora, foi a data do jogo, foi aniversário da Taylor Swift, que fez 31 anos (13 ao contrário) e foi o 13º clássico na Arena de Itaquera. E 13 é Galo. Ao 13 a gente se apega!

Agora é dia de ‘jogo de 6 pontos’. Galo enfrenta o São Paulo e tem tudo para ficar a apenas 1 ponto do líder! E você acha que a torcida sossegou? Não mesmo. Já foi logo procurar algum novo tabu para se sustentar! E tem cantora no meio também. Dessa vez é a Anitta. Em todos os jogos que o Atlético disputou depois de um lançamento da cantora, seja de álbum ou de documentário, saímos vitoriosos. Adivinha? Hoje Anitta lança mais um documentário na Netflix. É o suficiente para a esperança aumentar ainda mais!

Seria o universo se alinhando a favor do Galo? O Corinthians manteve o tabu com a Taylor Swift, é preciso que o Galo também mantenha com a Anitta! Então, prepara que agora é hora!

Ver mais

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade