HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Em sua melhor apresentação ofensiva, Sport vence Coritiba

Card image

Créditos: (Foto: Anderson Stevens / Sport Club do Recife)

A partir das 18:15 deste domingo (13), Sport e Coritiba fizeram na Ilha do Retiro uma de suas partidas mais importantes em 2020. Em situações delicadas no Campeonato Brasileiro, pernambucanos e paranaenses travaram um confronto direto na corrida contra o rebaixamento, válido pela 26ª rodada da competição. Melhor para os leoninos, que com gol de Thiago Neves, venceram por 1×0 e chegaram aos 28 pontos, subindo para a 15ª posição.

Muito se cobrava uma resposta ofensiva do time de Jair Ventura, que diante da limitação técnica do elenco, precisava adotar uma estratégia defensiva para ter competitividade no Brasileirão, conquistando os resultados através de um jogo que muito mais priorizava neutralizar as investidas adversárias do que se impor em campo. Naturalmente, os bons resultados vinham geralmente com sufoco, refletido no fato de que todas as vitórias do Leão foram por apenas um gol de diferença.

Porém, em casa, frente a um adversário direto, após quatro derrotas seguidas e apenas um ponto na frente do 17º, o Sport precisava buscar o resultado e não podia esperar o Alviverde. E foi o que se viu no primeiro tempo: apesar das dificuldades naturais de uma equipe fraca tecnicamente, os donos da casa tinham mais volume e criaram mais chances de gol a partir da metade do primeiro tempo.

Aos 26, Dalberto se antecipou à marcação e cabeceou para defesa segura de Wilson. Um minuto depois, Thiago Neves cruzou com perigo e Patric por pouco não alcançou, mas aos 37, se redimiu deixando o mesmo Thiago Neves na boa para finalizar de primeira e abrir o placar na Ilha. Aos 39 Mugni tentou ampliar em chute de longe, mas Wilson fez boa defesa. O Coxa só assustou aos 46 em finalização rasteira de Rafinha, que parou em Luan Polli.

Tendo que correr atrás do prejuízo, os visitantes voltaram com outra postura, assustando duas vezes nos dois primeiros minutos: acertando o travessão com Rodholfo após falta cobrada na área e depois em cruzamento fechado de Giovanni Augusto, que exigiu boa intervenção de Luan Polli. Diferente do que costuma fazer, o Sport não recuou após sair na frente, e respondeu com cabeceio de Marquinhos defendido por Wilson e escanteio fechado de Thiago Neves, que desviou no caminho e Sabino salvou em cima da linha.

O jogo era franco, lá e cá. Aos 17 e aos 25, o Coritiba chegou perto de empatar em chutes para fora de Ricardo Oliveira e Giovanni Augusto, aos 29 Dalberto desperdiçou duas oportunidades de cabeça após cruzamentos de Patric. Dois minutos depois foi a vez de Júnior Tavares em chute cruzado, mas Wilson fez grande defesa e Patric isolou no rebote. Aos 34, uma grande chance para cada: Ricardo Oliveira cobra falta e Luan Polli manda para escanteio, e após a cobrança, originou contra-ataque rubro-negro onde Dalberto encobriu o arqueiro Coxa branca e acertou o travessão.

Sem fôlego e sem inspiração, os dois times pouco criaram nos minutos finais e os mandantes administraram a vitória. Importantíssima, apesar da fraqueza do adversário. Matematicamente, por abrir 7 pontos de um concorrente direto. Moralmente, por voltar a vencer depois de cinco jogos. Para Jair Ventura, que conseguiu fazer sua equipe realizar a apresentação mais produtiva ofensivamente. E para Thiago Neves, que vinha sendo cobrado pelos últimos jogos, mas foi bastante participativo, marcou o gol e realizou sua melhor partida com a camisa do Leão.

Ver mais

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade