HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Confiança é derrotado pelo Juventude e perde a segunda seguida em casa

Card image

Créditos: Luiz Neto/ADC

O Dragão teve uma atuação irregular, saiu atrás no primeiro tempo e não conseguiu reverter o placar. O gol da equipe gaúcha foi marcado por Everton, que fez sua estréia com a camisa alviverde. Antes de falar sobre o jogo, é válido destacar que Daniel Paulista surpreendeu ao escalar Rafael Santos na equipe titular. O goleiro, que estava lesionado, não havia aparecido nas imagens dos treinamentos ao longo da semana e a expectativa era de que ele não fosse relacionado.

A primeira etapa foi equilibrada, mas com o Juventude um pouco superior. O time proletário não conseguia dominar a partida e as melhores chances eram dos visitantes. A situação piorou quando Italo saiu machucado e Ari Moura entrou em seu lugar. A alteração forçada acabou prejudicando ainda mais o rendimento ofensivo da equipe, pois Reis foi deslocado para a esquerda e Ari Moura não entrou bem. Defensivamente, mais um erro que custou caro. Em falta cobrada para a área, Nirley afastou para o meio e Everton dominou com liberdade para finalizar no canto de Rafael Santos e abrir o placar.

O segundo tempo foi bem diferente do primeiro. Com o placar adverso, o Confiança se lançou a frente, dominou a partida, teve 77% de posse de bola e finalizou 11 vezes. Daniel Paulista colocou Iago e Bruno Paraíba para tentar o empate, mas foi Ari Moura quem teve as melhores chances e as desperdiçou. O atacante teve duas boas oportunidades e acabou não conseguindo marcar. Ele já foi decisivo em outros momentos dentro da competição, mas gols perdidos marcam essa passagem dele pelo Dragão. Ele é o típico jogador que perde os mais fáceis e faz os mais difíceis, mas enfim… Iago surpreendeu e entrou bem. Foi dele o chute mais perigoso, exigindo uma grande defesa de Marcelo Carné. Bruno Paraíba pouco pegou na bola, mas quando conseguiu se embolou com ela e nada produziu. O Juventude aceitou o resultado, não fez questão de atacar e acabou saindo vitorioso.

Por fim, o segundo tempo deu a esperança de que o Confiança que nos acostumamos a ver em partidas anteriores não acabou. É possível (e o time tem tudo para isso), terminar a Série B de forma tranquila no meio da tabela. Sobre o sonho do G4, já fomos acordados. Não dá para subir. Agora é reafirmar a grande campanha e terminar essa competição extremamente feliz com o que foi conquistado. Já foi um feito enorme. O próximo desafio é na quarta-feira, diante do Guarani em Campinas, às 19h15.  

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade