HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Palmeiras enfrenta o Bahia em meio a dilema sobre prioridades

Card image

Créditos: Cesar Greco/Palmeiras – Gabriel Veron é nome certo para defender o Palmeiras no jogo contra o Bahia pelo Brasileirão

O Palmeiras recebe o Bahia neste sábado, às 19h, no Allianz Parque, enfrentando também um dilema: usar a força máxima disponível ou começar a poupar atletas por causa do desgaste físico e mental acumulado durante uma temporada completamente fora dos padrões?

Alguns fatores provocam esse questionamento. O primeiro é a matemática: o jogo deste sábado vale pela 25ª rodada do Brasileirão, e o Palmeiras já está 12 pontos atrás do líder São Paulo, ou seja, conquistar o título a essa altura do campeonato parece improvável, ainda que o Palmeiras tenha um jogo a menos e um confronto direto a realizar contra o líder, no Morumbi – ou seja, dependemos de nós mesmos para reduzir a diferença pela metade.

Além disso, este tem sido um Brasileirão de momentos: o Atlético-MG começou arrebentando, o Internacional já teve seu período de brilho e agora é a vez dos nossos vizinhos de muro. Será que essa boa fase do time de Fernando Diniz vai até o fim? A conferir.

Para isso, porém, o Palmeiras terá de dar força máxima em todos os jogos. E aí chegamos ao outro fator: nosso time claramente tem problemas físicos, como ficou escancarado no segundo tempo do jogo de terça-feira contra o Libertad – o que fez muitos torcedores nas redes sociais pregarem que um time misto ou reserva fosse a campo neste sábado, deixando os titulares para a partida decisiva de terça contra os paraguaios.

A queda física é até natural, ainda mais se considerarmos o surto de covid-19 que atingiu em cheio o elenco e o desconhecimento sobre as consequências de uma doença nova sobre atletas. Raphael Veiga nos primeiros jogos após a volta mostrou claramente que está longe do condicionamento físico adequado, e este é só um exemplo.

Além disso, a pausa, a instabilidade do time sob Luxemburgo, a troca de treinador e o surto fizeram com que, em novembro, a gente nem saiba exatamente qual é o time titular do Palmeiras. Na coletiva de ontem, Willian Bigode, um dos capitães, avisou: “Não vamos priorizar”. Mas bem sabemos que isso pode ser só discurso da boca para fora, para manter o respeito ao adversário de daqui a pouco.

Willian Bigode chegou a 200 jogos e falou das questões físicas

Ausências certas são os suspensos Zé Rafael, expulso contra o Santos, e Lucas Lima, que levou o terceiro amarelo; além dos contundidos Patrick de Paula, Wesley, Luiz Adriano e Felipe Melo. Marcos Rocha volta a ser relacionado, recuperado da covid-19, mas deve seguir no banco. Podemos tentar antecipar uma escalação: Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gomez e Viña; Danilo, Gabriel Menino e Raphael Veiga; Gabriel Veron, Willian e Rony. Mas não ficarei surpreso se o time for completamente diferente, com Emerson Santos, Breno Lopes ou Gustavo Scarpa aparecendo entre os titulares. Em 2020, o velho ditado “o futebol é uma caixinha de surpresas” voltou com força à nossa rotina.

Veja Também…

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade