HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Eleições no Bahia: Bellintani reeleito e 23 mulheres no CD

Card image

Créditos: Divulgação / EC Bahia

Em eleição que bateu recorde, desde a redemocratização, Guilherme Bellintani foi reeleito Presidente do Esporte Clube Bahia e Vitor Ferraz é o Vice-Presidente. Com 11.930 votos, sendo 96% deles online, a eleição de 2020 entra para a história como a maior já realizada pelo Bahia e a 6ª das 10 maiores eleições do futebol brasileiro. Um processo extremamente organizado, com pouquíssimos torcedores votando de forma presencial. Prova do sucesso do voto online e da segurança dessa modalidade, especialmente em tempos de pandemia.

Bellintani contou com 9.941 votos contra 1.648 de Lúcio Rios. Um resultado bastante expressivo e um pouco inesperado, considerando a relação tensa entre torcida e Presidente devido os resultados ruins em campo. Esse cenário tinha sido previsto com o anúncio da candidatura, mas ao longo da campanha, com as derrotas do time, torcedor ficando impaciente, a previsão era de que houvesse um resultado mais apertado. Esse voto de confiança do torcedor não dará vida fácil a Diretoria, que precisará realizar as tão prometidas mudanças no departamento de futebol.

Para o Conselho Deliberativo houve uma mudança no que antes era o domínio absoluto da RT. Esse resultado considerei esperado, vez que muitos grupos sofreram transformações desde a última eleição, com pessoas migrando, grupos se dissolvendo e novos surgindo. Tivemos 10 chapas concorrendo, cada qual com suas próprias diretrizes e isso promete ser bastante positivo para cuidar dos interesses do clube. Com a proporcionalidade ficaram definidos da seguinte forma:

Revolução Tricolor – 17 cadeiras

Independente Tricolor – 16 cadeiras

Convergência Tricolor – 11 cadeiras

Simplesmente Bahia – 12 cadeiras

Nova Ordem Tricolor – 9 cadeiras

100% Bahia – 9 cadeiras

Mais Bahia – 8 cadeiras

Bahia na Veia – 7 cadeiras

O Bahia é de Todos e Todas – 6 cadeiras

MUB – 5 cadeiras

Tivemos também um aumento significativo de mulheres na composição do Conselho Deliberativo. O triênio terminou com 4 mulheres conselheiras. O novo iniciará com 23 mulheres. Sem dúvidas os 20% de composição das chapas fizeram grande diferença para que mais mulheres pudessem participar e representar o clube. Me direciono a elas para parabenizá-las por esse feito histórico. Continuem a construir um Bahia cada vez melhor e mais inclusivo.

100% Bahia – Fernanda Tude e Liane Durão

Bahia na Veia – Edielen Fernandes

Convergência Tricolor – Maria Ribeiro e Beth Wagner

Independente Tricolor – Julia Matos, Adriana Alves e Luana Carvalho

Mais Bahia – Andreia Cerqueira e Rita de Cassia Merces

MUB – Luana do Amaral

Nova Ordem Tricolor – Mariana Cardoso, Julia Fraga e Julia Santana

O Bahia é de Todos e Todas –  Virginia Marta e Fernanda Yasmine

Revolução Tricolor – Elida Brandao, Roberta Dumas, Andrea Schwarz, Leila Vaz Perrone e Adryanna Cardim

Simplesmente Bahia – Tatiana Nunes e Isabella Amaral

Que todos os eleitos tenham comprometimento, responsabilidade e continuem firmes no processo de reconstrução do Bahia. Ao torcedor: conheça, entenda, cobre e construa junto dos conselheiros aquilo que é devido ao papel.

#BBMP

*Os dados foram corrigidos após a retificação do clube sobre a composição do Conselho Deliberativo.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Comentários

  1. fã número 1 disse:

    Excelente, continue!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade