HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Não faltou emoção!

Card image

Créditos: Cuiabá x Vitória fizeram jogo movimentado na Arena Pantanal. (Foto: Ascom/Dourado)

Em duelo válido pela 27ª rodada da série B, Cuiabá e Vitória fizeram um belo espetáculo, repleto de gols e emoção. No fim, o empate em 3×3 não foi bom para nenhum dos lados, ficando com um gosto mais amargo para os baianos, que ainda desperdiçaram um pênalti com Vico quando venciam por 2×1, desperdiçando assim a chance de encaminhar o triunfo.

O jogo começou em alta velocidade, com o Vitória tomando mais a iniciativa, trocando passes rápidos e envolvendo a zaga adversária. E a primeira oportunidade surgiu logo aos 3 minutos em chute colocado de fora da área de Fernando Neto, defendido por João Carlos. Aos 13 minutos veio a resposta do Cuiabá e ela foi fatal: Após belo contra-ataque, Maxwell recebeu na direita e rolou para a entrada da área, Rafael Gava bateu de primeira, no ângulo, sem chance para César. Golaço! Cuiabá 1×0. A resposta do leão foi rápida, 3 minutos depois Thiago Lopes iniciou a jogada no campo de defesa, passou por dois marcadores e abriu para Vico, o camisa 11 invadiu a área e devolveu para Thiago chutar no cantinho. Outro belo gol!

Vico viveu entre o céu e o inferno na Arena Pantanal. Duas assistências e pênalti desperdiçado. (Foto: Ascom Dourado)

O jogo seguiu movimentado e o Cuiabá voltou a assustar aos 27 minutos em chute forte de Elvis, que desviou em Mauricio Ramos e assustou César. Aos 38, Vico fez boa jogada pela ponta, tocou para Fernando Neto, que rolou para Lucas Cândido que chutou forte, a bola passou raspando a trave de João Carlos. Aos 46 Rafael Carioca invadiu a área adversária, e chutou forte de pé direito, João Carlos segurou firme. E o primeiro tempo terminou mesmo em 1×1.

O Vitória voltou no segundo tempo com o mesmo ímpeto, mantendo a posse de bola, e com toques rápidos e objetivos envolveu o Cuiabá. Fernando Neto aos 7 minutos chutou forte de fora da área, mais uma vez João Carlos impediu a virada. Porém aos 9 minutos não teve jeito: Vico cobrou falta na direção da área, Fernando Neto mergulhou bonito para desviar e saiu pro abraço, 2×1. O camisa 7 do leão seguiu inspirado e minutos depois invadiu a área e foi derrubado por Ednei. Pênalti! Na cobrança Vico deslocou o goleiro mas mandou longe do gol.

O castigo não demorou. aos 15 minutos Rafael Gava tabelou com Elton e deixou o centroavante livre para empatar. O Vitória sentiu muito o gol sofrido e assim como aconteceu no jogo passado frente o Confiança veio mais um apagão. Elton não tinha nada com isso e tratou de virar aos 23, aproveitando assistência de Marcinho. Após a virada o técnico Rodrigo Chagas promoveu algumas alterações na equipe, que dessa vez surtiram efeito. Aos 37 minutos Ewandro que tinha entrado minutos antes no lugar de Fernando Neto cruzou na área, Thiago Lopes desviou de cabeça, a bola ainda raspou em Ednei e foi pro gol, 3×3. O Vitória se animou e até marcou o quarto gol, porém o lance foi anulado, pois Jordy Caicedo estava impedido e atrapalhou o zagueiro cuiabano, que mandou contra o patrimônio.

Agora atenção para o inacreditável: Aos 51 minutos do segundo tempo, o rubro-negro teve a bola do jogo. Contra-ataque rápido, 3 contra 1 e Ewandro fez o inexplicável. Poderia encarar o zagueiro, invadir a área, finalizar de fora da área, enfim infinitas possibilidades. o camisa 77 conseguiu tomar a pior decisão, na cara do gol tocou a bola para trás e perdeu segundos preciosos. A zaga adversária se recompôs e o lance não deu em nada. Restou conformar-se o ponto conquistado e lamentar os dois perdidos.

Destaques positivos: Fernando Neto, marcou gol, sofreu o pênalti e comandou o meio campo até cansar e ser substituído. Thiago Lopes(QUEM DIRIA!!), correu bastante, dessa vez de maneira efetiva e apareceu diversas vezes na área para finalizar como elemento surpresa. Vico, duas assistências, deu bastante trabalho a defesa adversária. Só não saiu coroado como melhor em campo por conta do pênalti perdido, que fez muita falta no resultado final.

Destaques negativos: Rafael Carioca, uma avenida pela esquerda. João Victor, muito lento e desatento nas bolas aéreas. César, apesar de não ter tido culpa nos gols demonstrou muita insegurança em alguns lances. Ronaldo fez mais falta que nunca!

FICHA TÉCNICA:

CUIABÁ 3 x 3 VITÓRIA 27ª Rodada da Série B
CUIABÁ – João Carlos; Lucas Ramon, Anderson Conceição, Ednei e Romário; Pierini (Nenê Bonilha), Rafael Gava (Jean Patrick) e Elvis (Felipe Ferreira); Maxwell (Marcinho), Elton e Felipe Marques (Yago). Técnico: Mário Henrique (interino).

VITÓRIA – César; Léo Moraes (Van), João Victor, Maurício Ramos e Rafael Carioca; Guilherme Rend (Gerson Magrão), Fernando Neto (Marcelinho), Lucas Cândido (Matheus Frizzo) e Thiago Lopes; Vico (Ewandro) e Jordy Caicedo. Técnico: Rodrigo Chagas (interino).


GOLS – Rafael Gava, aos 13, e Thiago Lopes, aos 16 minutos do primeiro tempo. Fernando Neto, aos 9, Elton, aos 15 e aos 23, e Thiago Lopes, aos 37 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Zandick Gondim Alves Júnior (RN).
CARTÕES AMARELOS – Lucas Ramon, Anderson Conceição, Pierini e Rafael Gava (Cuiabá); João Victor, Gerson Magrão e Léo Moraes (Vitória)

Ver mais

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade