HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Grêmio sucumbe à sua própria prepotência

Card image

Créditos: Grêmio Oficial

Antes mesmo da bola rolar, os ânimos eram claros: a torcida gremista tinha o otimismo a seu favor e a única dúvida era quanto seria o resultado favorável contra o Santos pelas quartas de final da Libertadores, tudo pelo bom momento vivido pelo Grêmio nas últimas partidas.

O problema é quando o otimismo do torcedor se torna prepotência do próprio clube. Quando a escalação foi revelada, o Grêmio mandou sua postura: Jean Pyerre fora do jogo, Darlan no baco e Maicon e Pinares titulares.

Com a ausência de Jean Pyerre, entende-se a ideia de Renato: Pinares não tem a mesma condição de criação do que o jovem gremista, e Maicon, na segunda posição do meio campo, ajudaria na armação de jogadas. Os problemas são dois: 1) a ideia de Renato não deu certo; 2) Jean Pyerre não estava à disposição no banco.

Quando saiu de campo contra Guaraní do Paraguai, Jean Pyerre fez questão de deixar claro em suas redes sociais de que estava bem, que não havia motivo para preocupações. Contra o Vasco, no final de semana, foi amplamente divulgado que o jogador tinha condições, mas seria preservado. Quando chega a uma quartas de final de Copa Libertadores da América, poupar já vira balela.

Ou Jean Pyerre está bem e muita gente errou na sua avaliação de forma crassa ou estão mentindo para o torcedor gremista. Não faz nenhum sentido poupar o melhor do time em um dos jogos mais importantes da temporada. Se Jean Pyerre foi poupado por achar que o adversário não era tão qualificado e não seria necessária sua presença, Grêmio sucumbe para própria prepotência, e quem paga por isso é Renato.

Sobre o jogo, o Grêmio foi engolido pelo Santos, atado do início ao fim. Além da ausência de Jean Pyerre, Darlan fez muita falta, entrando apenas na metade do segundo tempo. O desequilíbrio em campo mostrou a face do pior Grêmio na temporada. Pinares, mal na partida, tinha apenas Robinho e Thaciano para substituí-lo, lógico dois dos meio-campistas que estavam em campo na última derrota do Grêmio, para o próprio Santos, há 16 partidas.

Foi um resultado péssimo, da ponta do dedão ao final do fio de cabelo. Ou o Grêmio mantém as peças que deram certo no último mês, ou sucumbirá como sucumbiu nos piores momentos deste ano.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade