HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Pressionado, Flamengo encara Botafogo em clássico no Engenhão

Card image

Créditos: Paula Reis / Flamengo

Paula Reis / Flamengo

Nada menos do que uma vitória. É com esse pensamento que o Flamengo de Rogério Ceni entra em campo para o clássico diante do Botafogo, às 17h, deste sábado (5), no Engenhão, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Eliminado da Copa do Brasil e da Libertadores, o nacional é a única competição que resta ao Rubro-negro para tentar salvar uma temporada que iniciou cheia de expectativas por grandes títulos, mas nas duas últimas semanas se transformou em frustração e revolta.

Em pouco mais de 15 dias, o Rubro-negro caiu na Copa do Brasil para o São Paulo e viu o sonho do Tri da América escapar, após derrota nos pênaltis para o Racing (ARG), em pleno Maracanã. As eliminações foram o estopim para a revolta da torcida, que protestou contra o grupo e passou a exigir o título do Brasileiro.

É bem verdade que o Fla já levantou três taças em 2020, como sempre gosta de lembrar o vice de futebol, Marcos Braz. No entanto, os títulos da Supercopa do Brasil, Recopa Sul-americana e do Campeonato Carioca podem até impedir que o ano seja visto como um “fracasso” na Gávea, mas é inegável o alto nível de decepção estampado nos rostos de dirigentes e torcedores pelas quedas precoces em dois torneios primordiais para o planejamento do clube.

Além dos resultados negativos, o baixo rendimento da equipe e as sucessivas falhas individuais de alguns jogadores aumentam a pressão por mudanças no grupo. Rogério Ceni sabe o tamanho do problema e somente uma vitória diante de um dos maiores rivais poderá amenizar o tom de cobrança no Ninho do Urubu.

Na terceira colocação com 39 pontos, o Flamengo corre o risco de deixar o G4 em caso de derrota para o Fogão. Por outro lado, uma vitória o aproxima do Atlético Mineiro (vice-líder, com 42) e do São Paulo (líder, com 44).

A fragilidade atual do Botafogo (penúltimo colocado com 20 pontos) também aumenta a responsabilidade do Flamengo por um resultado positivo no Nilton Santos, o que acaba por colocar em xeque o poder de reação do elenco. O fator psicológico, neste caso, é um dos fatores a ser observado no clássico.

Rogério segue com problemas para definir a equipe. Com problemas musculares, Gabigol segue fora, e Pedro deve voltar a ser titular – apesar de não estar 100%. Na defesa, a dúvida está na possível dupla de Rodrigo Caio. Em má fase, Gustavo Henrique deve ser sacado, abrindo a disputa entre Natan e Léo Pereira pela vaga.

O Rubro-negro deve ir a campo com Diego Alves; Isla, Rodrigo Caio, Léo Pereira (Natan) e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Arrascaeta e Éverton Ribeiro; Bruno Henrique e Pedro.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade