HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Palmeiras joga mal, mas arranca empate precioso contra o Santos na vila

Card image

Créditos: Foto: divulgação

A primeira má atuação do Palmeiras sob o comando de Abel Ferreira finalmente veio. Com 12 desfalques (7 titulares), e sem o técnico à beira de campo (o português teve diagnóstico positivo para COVID na última sexta), o Verdão não conseguiu manter o mesmo nível de atuação e saiu de campo satisfeito com o ponto conquistado. Sem volantes no elenco principal, Abel Ferreira optou por escalar o zagueiro Emerson Santos improvisado no setor ao lado de Zé Rafael.

Apesar de estar vivendo boa fase na zaga, Emerson não conseguiu manter o bom nível de desempenho como volante. O volante recuava muito na fase defensiva, deixando um grande espaço entre a zaga e o meio de campo, e pouco contribuía na fase ofensiva. No entanto, não é justo culpar Emerson, que teve que exercer uma função inédita na carreira com poucos dias para se preparar.

O Palmeiras teve um início interessante na partida e, durante os primeiros 15 minutos, encurralou o Santos no campo de defesa. Jogando com linha alta, o Verdão negou espaços ao alvinegro e dominou as ações no começo do jogo. No entanto, aos poucos o Santos equilibrou as ações e a partir dos 25 minutos passou a dominar a partida.

Por conta do diagnóstico positivo de COVID-19 do técnico Abel Ferreira, o auxiliar Vitor Castanheira comandou a equipe na beira de campo – Foto: divulgação

Com dificuldades para encaixar a marcação pelo lado esquerdo da sua defesa, o Palmeiras sofria com os avanços da dupla Marinho e Pará. Sem suporte defensivo dos meias, Viña não conseguia dar conta da marcação dupla. O lateral uruguaio, inclusive, não teve uma boa jornada. Com dificuldades na marcação do Marinho, Viña pouco participou do ataque e ficou restrito a ações defensivas. Aos 37, o uruguaio errou um bote na atura do meio de campo, deixando uma avenida às suas costas. Marinho atacou o espaço e rolou para Pará cruzar para Pituca, livre, rolar para o gol vazio.

Vinã teve dificuldades na marcação de Marinho – Foto: Divulgação

O Gol santista foi merecido. Com dificuldades tanto na fase defensiva quanto ofensiva, Palmeiras parecia sem forças e ideias para reagir na partida. Após o primeiro gol, o Santos administrou a partida até o intervalo. Por conta de uma queda de energia dos refletores, tivemos um intervalo mais longo. O segundo tempo voltou sem substituições e com o Santos ainda como protagonista.

Aos 10 do 2 tempo, apesar de todas as dificuldades, Palmeiras conseguiu chegar ao empate. Lucas Lima cobrou escanteio e, em disputa aérea com Zé Rafael, Lucas Veríssimo subiu com o braço muito levantado, encostando com a mão na bola. Com a ajuda do VAR, o pênalti foi marcado e o cartão amarelo foi mostrado ao zagueiro santista. Veiga, sumido no jogo, assumiu a responsabilidade da cobrança e, com um forte chute cruzado, deixou tudo igual na vila Belmiro.

E logo em seguida, aos 18, em mais uma bola parada o Palmeiras conseguiu a virada. Em novo escanteio pela esquerda, Lucas Lima cruza na cabeça de Zé Rafael, que ganhou disputa aérea e escorou para Willian, livre, completar para as redes no segundo pau. Bigode estava para ser substituído, mas pediu para ficar para o escanteio e, em uma de suas últimas participações em campo, anotou o gol da improvável virada alviverde.

Apesar do gol, Raphael Veiga teve atuação apagada em seu retorno como titular após se recuperar da COVID-19 – Foto: Divulgação

 A vantagem, no entanto, não durou muito tempo. Aos 25, Marinho, em ótima jogada individual garantiu a igualdade no placar novamente. Após cruzamento de Soteldo, Viña afastou mal e a bola sobrou para Vinícius ajeitar para o atacante santista. Marinho dominou com categoria, tirou de Empereur e fuzilou no canto de Weverton, que nada pôde fazer.

Aos 42, mais problemas para o já desfalcado Palmeiras. Alan Empereur arrancou para o ataque e, ao ser desarmado, sentiu e desabou no gramado pedindo substituição. Sinalizando uma lesão muscular para o banco de reservas, o zagueiro deu lugar ao pelo chileno Kuscevic e deve se juntar a extensa lista de desfalques do alviverde.

A partida seguiu da mesma maneira, com o Santos dominando as ações de um Palmeiras impotente, que parecia estar esperando apenas o apito final. Aos 48, Zé Rafael dividiu com Felipe Jonathan e foi expulso. Apesar de ter tirado a bola, o volante acabou acertando o lateral santista com a sola e levou o cartão vermelho após intervenção do VAR.

Tudo apontava para uma blitz santista nos minutos finais, mas foi o Palmeiras quem teve a oportunidade de levar os três pontos para casa. Aos 50, Veron fez bela jogada individual pela direita e cruzou para Gabriel Silva, que se esticou todo, mas não conseguiu empurrar a bola para o fundo do gol.

Considerando a lista de desfalques e a má atuação em campo, o Palmeiras saiu de campo com mais motivos para celebrar. Com tantos problemas, era até difícil exigir algo do time hoje. Com o empate, o Palmeiras sobe para o quarto lugar, ultrapassando o Internacional, que vai a campo contra o Atlético Mineiro amanhã. No entanto, tanto Santos como Verdão ainda podem perder três posições na tabela. Fluminense, Grêmio e o já citado Internacional ultrapassam os rivais paulistas caso vençam na rodada.

Apesar do bom resultado, o Palmeiras tem motivos para se preocupar. A extensa lista de desfalques deve ganhar mais 3 nomes. Empereur, com provável lesão muscular, Zé Rafael, expulso e Lucas Lima, suspenso pelo terceiro amarelo não devem encarar o Bahia na próxima rodada. O Verdão deve ter os retornos de Rony (poupado), Scarpa (se recuperando de uma concussão), Gabriel Menino, Danilo e Gomez suspensos para o jogo no Allianz.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade