HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Confiança vira em dois minutos e derrota o Vitória

Card image

Créditos: Letícia Martins/ECV

O time proletário foi até o Barradão e venceu o Rubro Negro por 3×2, conseguindo uma virada em um intervalo de dois minutos. Os gols do Dragão foram marcados por Reis, Rafael Vila e Renan Gorne e os do Leão por Léo Ceará. Com o triunfo, o Confiança subiu na tabela e colou no G4.

A partida começou com o Vitória dominante e melhor em campo. Não foi atoa que o Leão abriu o placar logo aos 18 minutos em um gol trabalhado desde a saída de bola, que terminou com Léo Ceará cabeceando na pequena área para o fundo das redes. Após isso, o time da casa recuou e passou a jogar no contra ataque.

Diante das ausências de Castilho (suspenso) e Italo (reserva), Reis assumiu a liderança técnica da equipe e era o principal jogador do Dragão em campo. Mas as mudanças no time titular promovidas por Daniel Paulista não deram certo e o time do Confiança não conseguiu repetir no primeiro tempo a atuação de outras partidas. Porém, aos 38 minutos, a bola acabou tocando na mão de um defensor Rubro Negro dentro da área e o juiz marcou a penalidade. Reis cobrou e decretou o empate proletário em Salvador.

O segundo tempo começou com o time da casa tentando passar na frente novamente, criando oportunidades e exigindo boas defesas de Jean.  Mas o goleiro nada pode fazer quando Léo Ceará apareceu sozinho dentro da área e chutou rasteiro para fazer o segundo gol do Vitória. Com o resultado adverso, Daniel Paulista mexeu e colocou jogadores importantes como Italo, Renan Gorne e Serginho. Everton Santos também entrou no lugar de Silva, que saiu com câimbras. E essas alterações foram o gás que o time precisava para mudar a partida. Com vários dos seus principais jogadores em campo, o Dragão foi para cima e virou a partida em dois minutos.

Primeiro, Reis fez um grande lançamento para Ari Moura, que ajeitou de cabeça para o meio da área e Rafael Vila chegou sozinho para marcar o gol e empatar o jogo. O terceiro gol foi uma jogada diferente, que deu muito certo. Após escanteio, Mancini desviou para Italo que estava sozinho na pequena área, o saiajyn encontrou Serginho também livre no segundo pau e o experiente volante apenas ajeitou para Renan Gorne estufar a rede e virar a partida. Uma virada incrível do Confiança em território baiano. O final da partida foi de pressão do Vitória, mas os azulinos conseguiram suportar bem e garantir mais uma vitória fora de casa.

Foi um jogo em que o Confiança venceu pela organização e pelo talento individual dos seus principais jogadores. O time foi outro depois da entrada dos titulares que acabaram começando no banco por desgaste físico.

O interessante foi ver o time conseguindo se virar sem Castilho, principal armador da equipe e jogador importante no meio campo. O Dragão se aproxima cada vez mais do G4 e o sonho de um acesso começa a ser mais real. E desse sonho não quero acordar.

O grupo comandado por Daniel Paulista faz com que a gente acredite que sim, é possível terminar entre os quatro melhores. Agora o time proletário se prepara para mais um duelo nordestino, desta vez diante do CSA no Batistão. O confronto acontece terça-feira, às 21h30.  

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade