HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Em jogo de arbitragem desastrosa, Corinthians empata com Fortaleza

Card image

Créditos: agência Corinthians

Em um campeonato nivelado por baixo, muitas partidas acabam sendo definidas nos ‘detalhes’, o que exige de equipes e dirigentes atenção redobrada tanto dentro quanto fora das quatro das linhas.

No que diz respeito ao Brasileirão e as demais competições nacionais, a atuação de presidentes e diretores – no chamado dia a dia – pode vir a ser ainda mais determinante para o que acontece dentro de campo.

Dado o nível técnico dos trapalhões responsáveis pelo apito, é fundamental que as instituições adotem uma postura firme diante da CBF e sua comissão de arbitragem.

Quando isso não acontece, os ‘erros’ se acumulam, para o desespero de torcidas reféns de cartolas desqualificados e omissos.

À deriva nos bastidores, o Corinthians de 2020 está aí para comprovar.  

Com Andrés Sanchez licenciado, Duílio Monteiro Alves focado em 2021 e o departamento de futebol nas mãos de figuras inúteis e inexpressivas – capazes sequer de concederem uma simples entrevista -, o clube vem sendo sistematicamente prejudicado na temporada.

Na última quarta-feira (02), ao encontrar o Leão do Pici no Castelão, o Alvinegro teve como carrasco da vez o árbitro catarinense Braulio da Silva Machado, que ignorou um pênalti à favor dos paulistas e ainda expulsou Jô, após revisar no VAR um lance em que o atacante apenas tenta se desvencilhar do marcador na área adversária (falta, mas não agressão).

O fato do mesmo VAR sequer tê-lo acionado para conferir a penalidade de Felipe, do Fortaleza, no volante Gabriel, irritou profundamente os jogadores corinthianos.

Determinantes para o desenrolar de um confronto ditado pelo equilíbrio, as decisões de Braulio Machado trouxeram os cearenses pra cima do timão nos minutos finais da etapa complementar, mas Cássio, em noite inspirada, tratou de garantir mais um pontinho para os comandados do treinador Vagner Mancini.  

Mancini que, desde sua estreia, segue invicto em jogos como visitante, tendo disputado sete partidas neste intervalo.

Desempenho da arbitragem a parte, o empate de 0x0 sacramentado ao final da peleja pode ser considerado justo.

Com 30 pontos, o Corinthians se vê agora a 6 da zona de rebaixamento e torce contra os concorrentes da parte de baixo da tabela para seguir numa zona intermediária. Zona essa, compatível com as possibilidades de um elenco que passa muito longe de justificar um custo mensal de mais de 12 milhões de reais.

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade