HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

VASCO X CEARÁ – NA CORAGEM OU NA COVARDIA.

Card image

Créditos:

Salve salve galera futebolesca, hoje temos um jogo de grande importância para o nosso clube, de seis pontos, como dizem alguns. Vamos enfrentar um adversário direto pela permanência na elite e temos a pergunta que não quer calar: Vamos jogar em casa contra o mediano Ceará com coragem ou covardia?

É notória a fraqueza técnica do nosso elenco, mas totalmente injustificável a forma covarde como Sá Pinto tem colocado o time em campo, principalmente em São Januário. Isso nada tem a ver com o esquema com três zagueiros mas sim, como ele é posto em campo. Com dois alas que pouco avançam, o meia central é obrigado a marcar o tempo todo, tendo pouca perna para conseguir armar as jogadas (Benítez ou Pikachu, que hoje não joga por estar suspenso pelo terceiro cartão amarelo) . O atacante que flutua pelos lados , Gustavo Torres, também cumpre a função de marcação, ou seja, ganhamos na defesa. O número de gols tomados caíram drasticamente, mas perdemos muito ofensivamente com poucos gols marcados Cano isolado na frente e implorando por apenas uma assistência, que quando vem, ele costuma fazer em apenas um toque na bola. Hoje infelizmente não teremos nosso artilheiro com suspeita de Covid, mas ainda na esperança de tê-lo no jogo de volta da Sul-americana jogo esse , importantíssimo para continuarmos na competição.  

Agora pensem comigo: Se com Cano tava difícil marcar, imagina sem ele? Temos a princípio duas opções: Ribamar e Thiago Reis. O primeiro faz melhor o pivô, protege melhor a bola para chegada do companheiro, tem mais velocidade e até mesmo um passe de melhor qualidade, mas é péssimo nas conclusões das jogadas. Olha que situação, a bola quase não chega e se chegar terá Ribamar para tentar colocar a bola para dentro (é torcer por algum chute do Andrey ou Benítez entrar). Já Thiago Reis, é justamente o contrário de Ribamar. Não faz bem o pivô, a bola bate em seu pé e volta se ele estiver de costas para o gol, não tem bom passe e muito menos velocidade, parece um “lerdão” correndo, mas Finaliza muito bem as jogadas. É o verdadeiro centroavante oportunista, que sabe se colocar muito bem na área e se tiver um time que sabe municiá-lo, vai fazer muitos gols na carreira.

Escrevi tudo isso para dizer: Se jogarmos em casa, de acordo com nossas tradições e necessidades, agredindo o adversário mediano desde o início, o Thiago Reis tem tudo para sair de campo consagrado. Mas se jogarmos de forma covarde (como jogamos contra o Palmeiras e Fortaleza), o Ribamar será mais útil para girar a bola e preparar para quem vem de trás.

Mas quem seria?

Provável time do Vasco: Lucão; Miranda, Leandro Castan e Ricardo Graça; Léo Matos, Andrey (Marcos Jr), Léo Gil, Benítez (Carlinhos) e Neto Borges; Gustavo Torres e Ribamar (Thiago Reis).

Ver mais

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade