HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Sem Gabigol, Flamengo fica desarmado no mata-mata da Libertadores.

Card image

Créditos: Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Apesar do Brasil ser um celeiro de grandes craques, não é qualquer atacante que faz jus ao sufixo “gol” quando acrescentado em seu nome seja pelos torcedores apaixonados ou membros da imprensa. Para ser mais justo, neste país não há outro jogador que nos últimos anos criou um clima de amor com as redes, se não Gabriel Barbosa, o Gabigol. No Flamengo, o ex-santista conseguiu em um ano, não somente conquistar o hepta brasileiro, mas também trazer o bi da Libertadores para a Gávea, algo que tantos outros grandes nomes falharam com a camisa rubro-negra,  e o que fez muitos torcedores discutirem se o paulista atingiu o mesmo patamar de idolatria de Nunes, Romário e Adriano, por exemplo.

Artilheiro do Brasil em 2019, com 43 gols marcados, e atual vice-artilheiro do Flamengo em 2020, com 18 gols (dois atrás de Pedro), Gabriel corre o risco de desfalcar o Rubro-Negro na próxima terça-feira (1º), às 21h30, no Maracanã, pelo jogo de volta das oitavas de finais da Libertadores, diante do Racing. Com desequilíbrio muscular, o atacante pode ser preservado pelo Departamento médico do clube para evitar uma lesão grave. Se a ausência for confirmada, o Flamengo estará pela primeira vez sem a sua principal arma em jogos decisivos pela Libertadores.

Para se ter uma ideia, Gabigol não ficou fora de nenhuma partida do mata-mata da Libertadores em 2019. O detalhe é que em todos os jogos de volta da fase eliminatória, o camisa 9 foi decisivo para os objetivos do Fla, balançando as redes em todos os confrontos.

Contra o Emelec, nas oitavas, foram dele, os dois gols da vitória por 2 a 0 que permitiu ao Flamengo, conquistar a vaga nas penalidades. Nas quartas, no Beira-Rio, Gabriel tirou os cariocas do sufoco, quando empatou o confronto aos 40 minutos da etapa final, em uma jogada antológica de Bruno Henrique, deixando o placar agregado em 3×1 para o Mengão. Quando a apoteose parecia ter vindo na goleada por 5 a 0 sobre o Grêmio, no Maracanã pelas semifinais, deixando sua marca duas vezes, o atacante literalmente guardou o melhor para o final, e não só empatou a decisão contra o River, como também marcou o gol do título rubro-negro, em Lima, no Peru, em um intervalo de apenas três minutos que fez esse enredo entrar para a história.

Por outro lado, o atacante passou em branco em todas os confrontos de ida em 2019 pela competição continental, algo que não se repetiu nesta temporada, já que foi ele quem marcou no empate por 1 a 1, na última terça-feira (23), na Argentina e deu ao Flamengo a vantagem de jogar por um empate no Rio para seguir vivo na luta pelo Tri.

Sem Gabriel, e com a dúvida sobre o retorno de Pedro, Rogério Ceni terá que encontrar a melhor formação para manter o ataque rubro-negro funcionando. Contra o São Paulo, pela Copa do Brasil, o treinador optou por Bruno Henrique ocupando a vaga de Gabigol e colocou Michael na ponta-esquerda. Se resolver, por uma substituição mais pragmática, a opção é o garoto Lincoln, muito criticado pelo torcedor.

Ceni ainda terá um último treinamento para decidir quem mandará a campo, porém, com o tamanho do impacto da ausência de Gabigol, o torcedor deve estar cruzando os dedos para que o episódio da lesão seja idêntico ao jogo de ida das quartas de finais da Libertadores contra o Internacional em 2019, quando o atacante inicialmente cortado da relação por problemas musculares, foi confirmado minutos antes da bola rolar no Maracanã.

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo
Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade