HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Sport perde a terceira seguida no Brasileirão

Card image

Créditos: (Foto: Twitter Oficial / Santos Futebol Clube)

Santos e Sport se enfrentaram na tarde desde sábado, na Vila Belmiro, em partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Peixe confirmou o favoritismo, vencendo por 4×2 e chegando aos 37 pontos, entrando parcialmente na zona de classificação para a Copa Libertadores, enquanto o Leão segue em situação delicada, a um ponto do Z4, com 25.

Não demorou para a vitória santista começar a ser construída. Já aos 4 minutos, após cobrança de falta na área leonina, Adryelson não encolheu o braço e cometeu pênalti, convertido por Marinho. Os donos da casa não encontravam dificuldades para jogar seu jogo, aos 11 minutos voltaram a balançar as redes, quando Lucas Braga foi servido por Veríssimo e fez o segundo gol alvinegro, que inicialmente foi mal anulado pela arbitragem, mas em seguida conferido pelo VAR e validado.

Com uma desvantagem por dois gols de diferença construída ainda no início do confronto e tendo o pior ataque da competição, a situação parecia quase impossível para os pernambucanos. No entanto, o Santos tirou o pé depois do 2×0 e aos poucos os Rubro-negros foram encontrando espaço para voltar ao jogo. Eis que aos 27, Patric invadiu a área, ganhou no corpo para Pituca e deixou Marquinhos na boa para escorar e diminuir o placar.

O Sport encontrava muita dificuldade na criação de chances de gol, mas diante de um adversário ainda relaxado, estava melhor na partida. E isso ficou refletido no marcador aos 45 da primeira etapa, quando Mugni cruzou na cabeça de Barcia, que cabeceou para empatar o duelo na Vila.

No segundo tempo, já sem está à frente do placar, o Peixe teve que acordar e voltou a ser dono do volume de jogo. Mesmo sem converter o domínio em uma grande quantidade de chances de gol, os mandantes tinham muita presença no campo de ataque, que deu resultado aos 25 minutos, no cruzamento certeiro de Marinho para a cabeçada de Bruninho, fazendo seu primeiro gol como profissional e deixando os santistas na frente de novo.

A partir daí os recifenses tiveram que voltar a correr atrás do prejuízo, mas diferente da reta final da primeira etapa, sem efetividade. Pelo contrário, quem voltou a encontrar o caminho das redes foi o Santos: aos 34, Marinho é derrubado na área por Júnior Tavares e Soteldo converte o pênalti, apesar de Luan Polli chegar a acertar o canto.

Ver mais

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade