HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

O Futebol Moderno e o politicamente correto

Card image

Créditos:

Nos últimos anos temos visto uma grande discussão em torno do que classificamos como “Futebol moderno”, onde vemos uma tentativa clara das entidades e ate mesmo do estado, em elitizar o futebol, construção de grandes arenas, com elevação absurda do preço dos ingressos, tem cada vez mais afastado o torcedor mais pobre, e transformando a arquibancada em um espaço cada vez mais sem vida, como outrora já foi.

Junto a essa discussão surgiu também um polemica em torno das causas progressistas. Muitos clubes nacionais como o Clube do Remo, Bahia e Náutico vem sendo atuantes e firmes em suas posições em causas como o racismo, homofobia e machismo, com isso parte da torcida tem adotado tal postura também, militando contra antigos comportamentos preconceituosos, inclusive tentando banir cânticos, homofônicos e machistas que ainda são um tanto comum nos estádios de futebol, e com isso alguns torcedores mais conservadores tem usado o argumento de que as torcidas são hipócritas, já que lutam contra o futebol moderno e abraçam o politicamente correto.

Mas afinal o futebol moderno é politicamente correto? Lutar contra os preconceitos é ser politicamente correto?

A ideia central do futebol moderno é uma ideia de segregação, elitizar o esporte e fazer com que ele deixe de ser culturalmente do povo e passe a ser apreciado por uma elite que gosta de conforto e sossego, a ideia do futebol moderno é de fato afastar aquela atmosfera popular, mudar o modo de torcer, transformando a experiência de ir ao estádio semelhante a de um teatro ou coisa assim, fazendo que o futebol cada vez mais seja um ambiente elitizado e consequentemente monótono.

Já as causas sociais, visam a ideia de inclusão, coisa que o futebol sempre exerceu, times como o Vasco foram pioneiros no combate ao racismo sendo o primeiro clube brasileiro a aceitar jogadores negros no futebol, nos tempos atuais, o preconceito apesar de algumas vezes disfarçado ainda é muito presente, principalmente contra os homossexuais e as mulheres, cabe aos clubes e as torcidas lutarem contra isso sim, pois o esporte que tanto amamos não pode ser segregador de nenhum forma, seja ela um segregação, financeira, social, cultural ou racial, por isso lutar por essas causas nada tem a ver com o futebol moderno, e por isso vamos continuar batendo nessa tecla, viva o futebol, viva a integração!

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade