HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Sem Didira e Victor Rangel, Santa recebe o Manaus

Card image

Créditos: Rafael Melo/Santa Cruz

Classificado como líder da sua chave antecipadamente, O Santa Cruz fechou nesta sexta-feira (20) a preparação para o duelo contra o Manaus, marcado para amanhã as 19h no estádio José do Rêgo Maciel, pela décima sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série C.

A equipe contará com o retorno de alguns titulares para a partida, como o lateral esquerdo Peri, que retorna de suspensão automática, o lateral Augusto Potiguar, que retorna após uma virose. Além deles, o trio de zagueiros William Alves, Danny Morais e Denílson, o lateral Toty, o volante Paulinho e o atacante Pipico retornam após cumprirem os protocolos de isolamento social, todos esses já estão liberados pela comissão técnica e treinaram com bola durante a semana.

Outro retorno importante no elenco é o do meia Chiquinho, que retomou aos treinos ontem (19) após se recuperar de COVID-19, ele foi relacionado para a partida, porém diante da cautela do técnico Marcelo Martelotte devido ao curto tempo de preparação do atleta, a tendência é que o meia inicie a partida no banco de reservas.

Na coletiva realizada esta tarde nas repúblicas independentes do Arruda, apesar de não sinalizar diretamente a utilização do atleta no time inicial, o treinador afirmou que a utilização do atleta será de forma cautelosa por conta da inatividade do atleta com o período em quarentena e o ritmo dos treinos pós COVID não ter sido intensificado da forma ideal, exemplificando a utilização dos demais jogadores que se recuperaram do vírus, mas tiveram mais tempo de treinamento, que foi o caso do atacante Pipico.

Na lista de desfalques, mais uma vez pelo novo coronavírus, estão o meia Didira e o atacante Victor Rangel, totalizando o absurdo número de 20 jogadores infectados no clube. A provável escalação coral será: Maicon Cleyton; Toty, William Alves, Danny Morais e Peri; Bileu, Paulinho e Tinga; Jaderson, Lourenço e Pipico.

A lista de infectados pela COVID-19 continua a assombrar o elenco da cobra coral, prestes a entrar na fase mais decisiva do campeonato, trazendo à tona uma reflexão crítica acerca das normas e protocolos que foram incorporados a nossa realidade devido a pandemia: Como o clube pode se manifestar mais duramente no sentido de combate e na conscientização? A questão aqui levantada, no que tange mais especificamente a relação diretoria/atletas e comissão técnica, é de como o clube pode participar de maneira mais efetiva e assertiva no intuito de acompanhar os hábitos dos jogadores em suas mudanças de rotina ocasionadas pelas normas que foram implementadas em nossa sociedade devido ao surgimento do vírus. Contudo, mesmo com o avanço da pandemia, de maneira alguma pode haver sentimento de normalidade ao chegar numa marca de 20 atletas infectados, num total de 32 no elenco.

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade