HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Se você é racista, não seja Remista!

Card image

Créditos: Fotos: Kevin Duck – Marketing Clube do Remo

O Clube do Remo, dentro da sua atual gestão, vem se mostrando o Clube mais engajado socialmente do Norte do país. Várias campanhas em favor das minorias sociais já foram realizadas, como a em defesa do SUS, contra queimadas na Amazônia, dentre outras.

E neste mês de novembro, mês da Consciência Negra, comemorado no dia 20, data escolhida por ter sido o dia da morte do líder negro Zumbi dos Palmares, o Clube vem fazendo, diversas postagens contrárias a discriminação racial, postagens essas que fazem parte de mais uma campanha institucional.

Além das postagens nas suas redes sociais, o Leão Azul lançou, para seus torcedores, duas camisas que tratam da temática.

A primeira delas trás estampada, uma frase impactante, mostrando a todos que o Clube não quer em seu quadro de torcedores, indivíduos que tenham qualquer pensamento ou comportamento de cunho racista, “Se você é Racista, não seja Remista”.

Já a segunda camisa, nos mostra uma crítica diante de fatos históricos que ajudaram a fazer do racismo uma questão estrutural em nosso pais: “colorismo, pigmentocracia, miscigenação, uma história construída na base da violência”.

Trazemos para nossos leitores, os conceitos desses termos:
– Pigmentocracia: estratificação social baseada na cor da pele. Sempre na tentativa de excluir aqueles de pele mais escura. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
– Colorismo: preconceito e/ou discriminação contra indivíduos de pele escura.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
– Miscigenação: estratégia perversa de embranquecimento da população. Pautada na violência, no estupro e nas mais escusas violações da pessoa humana.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Os dois modelos de camisa, estão à venda nas lojas do clube, no valor de R$ 79,00.

Percebemos que o debate sobre o assunto, evoluiu, principalmente a partir da Lei Federal n° 10.639/2003, com isso foram observadas políticas públicas e uma conscientização sobre como o racismo à brasileira é um elemento que integra a organização econômica, política e social do nosso país.

Precisamos debater o assunto, para que o Brasil possa realmente caminhar rumo à democracia racial.

Ver mais

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade