HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Hoje eu “tô” feliz, eu “tô” fechado com São Paulo do Diniz

Card image

Créditos:

O futebol é feito de altos e baixos e isso sem dúvida é o que o torna tão apaixonante.

Após a uma das maiores e mais vexatórias eliminações frente ao Mirassol no campeonato paulista de 2020, Fernando Diniz passou a sofrer uma pressão fortíssima da torcida e de alguns conselheiros do clube.

Algumas mudanças ousadas como a troca da zaga titular por Diego Costa e Léo trouxeram alguns resultados positivos, porém questionáveis. Em alguns momentos do Brasileirão a demissão era certa.

Diniz sobreviveu a pressão graças a gols salvadores de Luciano e muitas vezes Volpi e a sorte. Talvez esses fossem ingredientes fundamentais para que Diniz tivesse o tempo necessário para acertar a mão da equipe e os resultados expressivos começarem a aparecer.

O divisor de águas foi a partida frente ao Atlético-GO que marcou o retorno de Bruno Alves e Luan a equipe titular. Mudanças solicitadas pela torcida e que assim que acatadas pelo treinador, surtiram o efeito esperado dentro de campo.

A boa sequência começou e nem mesmo a eliminação dolorosa frente ao Lanús na Copa Sulamericana, conseguiram manchar o prestígio de Fernando Diniz que após goleada de 4×1 sobre o Flamengo no Maracanã, mostrou que seus métodos poderiam dar certo.

A prova de fogo veio na Copa do Brasil. A imprensa, os flamenguistas e muitos torcedores do São Paulo duvidaram que o raio cairia novamente no mesmo lugar: O raio caiu! Dessa vez o resultado agregado foi ainda mais expressivo: 5×1! E uma convincente classificação frente a “milionária e poderosa” equipe do Flamengo (que virou um dos maiores fregueses do tricolor) trouxe uma alegria imensurável ao coração dos tricolores.

A torcida que quebrou todo protocolo de segurança contra o COVID além de receber a equipe antes, comemorou com a equipe depois da partida, em frente aos portões e saudou o técnico com um emblemático pedido de desculpas:

“Hoje eu tô feliz, eu tô fechado com o São Paulo do Diniz”

Espero que uma possível (bem possível) eliminação na Copa do Brasil, não traga novamente a revolta pela seca de títulos e os torcedores continuem fechados, pois se não vier esse ano, certeza que em breve esse “São Paulo do Diniz” vai trazer títulos para o Morumbi.

Vamos meu tricolor!

Ver mais

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade