HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Toda incompetência será perdoada

Card image

Créditos: agência Corinthians

Primeiramente, salve o Corinthians!, aquele que tem o poder de fazer o infeliz sorrir e o banguela mostrar os dentes.

Vamos falar a respeito dos ladrões de salário; tudo bem, eu imagino que para alguns o atributo seja forte, mas o que dizer de um elenco que briga contra o rebaixamento, passa vexame contra times sem expressão e leva goleada dentro de casa? A última vez que ouvi falar da folha salarial do Corinthians, estava na casa dos 15 milhões por mês. Sem contar, é claro, o custo das contrações. E em campo? O time não tem padrão, não tem força, não tem vontade, não tem raça, é um bando de 171 esperando o logro mensal aplicado na Fiel. É como se estivessem indo ao CT apenas bater o cartão e no dia do jogo tocar a bola de lado ou para trás.

Gostaria de saber os nomes dessas forças ocultas que, chamados de empresários, trazem para os clubes jogadores fisicamente comprometidos, jogadores fora de forma, jogadores em fim de carreira, jogadores sem técnica, quando não, todas essas condições num só caneludo. Existem muitas profissões no mundo que acomodam e toleram a incompetência, o despreparo, a ineficiência e a inidoneidade, mas nada se compara a política e o futebol.

No Corinthians, essa é mais uma daquelas proporcionadas pelo futebol moderno que somos obrigados a engolir. Aí já sabe, vai vir o cartola que fechou o negócio e alegar que, em alguns casos, só precisava pagar pelo salário, o ardiloso:  –  “esse veio de graça”. Agora, quanto toda essa jogada tem custado aos cofres do clube? Isso, caso o jogador não estiver recebendo para jogar em outros clubes, às vezes sem nunca ter sentado se quer no banco de reservas. Um ótimo negócio, não é mesmo… Afinal, esse dinheiro não sai do bolso de nenhum cartola. É o clube quem tem que arcar com a conta, salários atrasados e a torcida pagando comédia.

O Corinthians chegou a 92 jogadores profissionais sob contrato, são 55 ligados ao departamento de futebol profissional e outros 37 a equipe sub-23. Mas sempre tem aqueles que vão querer justificar o injustificável, combinando apadrinhamento e corporativismo com pessoas que batem a carteira do clube na cara dura.

Quem nos dera fosse apenas incompetência… Sabemos que não é!

Salve a maloqueiragem!

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade