HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

A velha Mooca

Card image

Créditos:

Domingo ensolarado e, junto com a família, procurei uma boa massa para alimentar a alma e o estômago desse velho corinthiano. Pensei em várias opções, mas como era dia de futebol, logo me ocorreu que uma boa cantina, um bom vinho ou cerveja, tanto faz, me alegrariam e ainda fariam a alegria da família além de unir o alimento a ser consumido com o entretenimento que o lugar pudesse nos trazer.

Fui em direção ao Bairro da Mooca, entre a região central e a Zona Leste da capital, São Paulo, local em que existe uma infinidade de opções para os que apreciam a boa comida e a influência da cultura gastronômica italiana.

O Timão já tinha jogado no dia anterior e, infelizmente, não passou de um insosso empate com o Red Bull Bragantino. Mas outros jogos ocorreriam e seria interessante cornetar os convivas.

Eis que me deparo com um ambiente que me proporcionou diversas alegrias além do nobre alimento que a cantina oferecia. Nas suas paredes antigas, estavam dispostas imagens fotográficas de diferentes momentos históricos daquele bairro. Parecia que a história pulsava em cada parede e cada canto, e aquelas relíquias e registros de memória nos levavam a pensar e refletir, de maneira saudosa, sobre a cidade, as pessoas e suas mudanças. As imagens das greves operárias, das lutas sindicais do trabalhadores das fábricas, do início do século XX, dialogavam com os olhares atentos dos consumidores espalhados nas mesas.

O Futebol estava lá e, é claro, registrado através das imagens do time do Bairro, o Moleque travesso, o Juventus da Rua Javari, time icônico da capital que rivalizou durante décadas com Santos, Palmeiras e, principalmente, o Corinthians, sendo motivador de paixões e das famosas resenhas de futebol do século passado.

A saudade bateu forte, tempos em que o futebol clássico era mais bonito e aglutinava mais paixão do que consumo ou expectadores de televisão.

Uma manchete estampava o favoritismo do Juventus sobre o Timão. Não me abati. Olhei aquilo com lágrimas nos olhos pela representatividade daquele momento que me fazia reverenciar a memória e a história da nossa cidade.

Pude mostrar ao meu filho, o mais novo membro da fiel, o dia em que o saudoso Juventus dividia com o Timão a alegria dos torcedores do bairro e do Estádio da Rua Javari.

Essa visão idílica do passado, só nos faz pensar sobre a importância desse esporte que além de aproximar pessoas de diferentes culturas, etnias, crenças e ideologias em torno de um Time do coração, nos permite romantizar sensações de vitórias e derrotas que são compartilhadas nas resenhas ao final de cada domingo de futebol.

VAI TIMÃO!!!

Ver mais

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade