HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Brasil 1×0 na Venezuela – A balada fraca de sexta.

Card image

Créditos: Lucas Figueiredo / CBF

BEM AMIGOS DO ATRÁS DO GOL….. FALAMOS AO VIVO  ( MENTIRA ) DA FRENTE DO COMPUTADOR…..

Já escutei por ai que a Miss Venezuela é mais bonita que o futebol nacional. Ontem não foi diferente. Treinada por um português e ainda sem vencer nas eliminatórias, a seleção da Venezuela não assustou muito porém, fez um jogo ajustado e até em algumas vezes, ousado, marcando a saída de bola da nossa seleção. Lembrando que não é a primeira vez que a Venezuela faz jogo apertado com Brasil. Ano passado na Copa América , já rolou um empate sem gols. Lembrou?

O assunto pós jogo na mesa de bar eram os desfalques. Entre outros, as ausências de Phillipe Coutinho e o menino Ney ,  causaram esse baixo rendimento. Ora bolas!!!! Não desmerecendo a importância dos dois para a seleção mas não se pode fazer um jogo desse nível contra a querida porém fraca,  Venezuela,  argumentando apenas a falta de 2 jogadores. Isso desvaloriza os substitutos e a capacidade do brasileiro em acreditar no trabalho do Tite, que colocou em campo  um estranho 2-3-5.

O ponto a se observar nessa armação, foi o menino que tem um piano branquinho na boca, Roberto Firmino, saindo da área quase que como um meia de ligação e ficando mais longe das sua principal função. Bola na rede. Na verdade, o maestro da posição foi o Everton Ribeiro que mapeou o meio e fez girar a bola.

O primeiro tempo foi sonolento para os embalos de sexta a noite. Uma boa virada de bola do zagueiro Marquinhos pra esquerda, marcado impedimento por um  fio amarelo da manga esquerda da camisa do lateral Renan Lodi, daria novos rumos a partida. 1 x 0 aos 7 minutos  e jogando em casa, o nó da gravata poderia ter afrouxado. Fora isso,  um chute do Firmino de fora da área e só…. vamos beber que tá no intervalo.

O segundo tempo Seu Tite coloca Paquetá ( queeeeeemmm ??? ) na vaga de Douglas luiz e troca de posição Gaby´s de Jesus pelo pombo Richarlison, fazendo a  coisa melhorar um pouco. Firmino marca o gol da vitória num cruzamento de Lodi aos 66 minutos de jogo. Logo ele que é centroavante, joga dentro do grande quadrado mas que brilhantemente foi escalado de início pra ficar fora dele. Daí a máxima “ cada um no seu quadrado”.

Pra finalizar a noite Pedro , a versão com os pés do goleiro Cássio,  Everton Cebolinha , empenado mais uma vez pelo lado direito e Alex Telles na lateral esquerda, completaram as substituições do professor Tite.

Em tempo – causa uma certa estranheza escutar num Morumbi vazio o Tite gritar “ Segura o urso!! “ pra matar as jogadas e não deixar a potente Venezuela trocar mais de 3 passe , segurando o incrível 1×0. E mais, jogadores do Brasil fazendo cera na bandeira de escanteio adversária pro tempo passar nos acréscimos. Quem te viu, quem te vê BRAZEL !!

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES –

BRASIL: Ederson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi (Alex Telles); Allan, Douglas Luiz (Lucas Paquetá) e Everton Ribeiro; Roberto Firmino, Richarlison (Pedro) e Gabriel Jesus (Everton ‘Cebolinha’) Técnico: Tite

Firmino empatou com Neymar na artilharia do Brasil nas eliminatórias: 3 gols

QUANDO TE VEJO ?  Terça-feira, 17/11, 20h, Uruguai x Brasil .

Lucas Figueiredo / CBF
mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade