HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Inter inicia o returno tropeçando em casa contra o Coritiba

Card image

Créditos: RICARDO DUARTE/INTERNACIONAL

O Internacional entrou em campo ontem, no Beira-Rio, disposto a ganhar e a seguir na liderança do Campeonato Brasileiro; já o Coritiba veio a Porto Alegre com a intenção de se defender e de ”jogar por um empate”, desta maneira se distanciando da zona de rebaixamento.

O Inter mais uma vez enfrentou dificuldades contra uma equipe fechada, uma equipe que só joga para se defender, um tipo de equipe que enche a frente da área de defensores para não ser agredida e que mal procura atacar o adversário. Nossa dificuldade foi, mais uma vez, ter velocidade na transição de bola e assim foi muito difícil furar o bloqueio defensivo coxa branca, pois muitas vezes ficamos tocando a bola para o lado sem objetividade.

Apesar de nossa lentidão abrimos o placar, no primeiro tempo, com um cruzamento Heitor, de muito boa partida mais uma vez apesar da expulsão, que Yuri Alberto completou de cabeça para as redes de Wilson. Depois do gol, veio o que pra mim vem sendo um dos erros atuais do Inter: o time faz um gol e a partida esfria, ao invés de termos intensidade para pressionarmos e ampliarmos o marcador. E isso foi o que ocorreu no segundo tempo: perdemos intensidade e daí o Coritiba, que não fazia boa partida, fez uma boa jogada, em falha de Cuesta e Edenilson, e empatou o placar.

Após o empate coxa branca houve um dos lances polêmicos do jogo: Heitor saltou e, ao meu ver, sem querer, pisou na panturrilha de um jogador do Coritiba e foi expulso. Para mim, não houve a intenção, mas talvez Heitor pudesse ter evitado esta pisada. Com um a menos, o Inter continuou melhor que o Coritiba, creio que pela superioridade de nosso elenco em relação ao deles, e Coudet colocou Nonato no lugar de Marcos Guilherme e o jovem entrou bem: Nonato aproveitou rebote de chute de Patrick e com um chute de fora da área desempatou o jogo. Quando se achava que o placar seria 2 a 1 pro colorado Cuesta falhou em uma cobrança de escanteio coxa branca e o jogador do Coritiba completou de cabeça. O que se seguiu ao gol do Coxa foi um Inter atacando desorganizadamente em busca de um terceiro gol, mas isso não ocorreu e no final das contas o jogo acabou em 2 a 2.

Iniciado o segundo turno, estamos cometendo os mesmos erros do primeiro, isto é: estamos perdendo pontos contra adversários muito inferiores tecnicamente em relação a nós, pontos que sempre fazem falta no final. Além disso, Coudet tem que ajustar a nossa defesa urgentemente, pois nos últimos 10 jogos do Brasileirão tomamaos gol em 8, creio que seja o momento de Cuesta, que não está bem já faz um bom tempo, ”tomar um chá de banco” e ceder espaço para Rodrigo Moledo fazer dupla de zaga com Zé Gabriel. Passada esta primeira rodada do returno continuamos líderes e agora precisamos fazer um bom resultado contra o Santos, sábado, na Vila Belmiro, para mantermos a liderança em nossas mãos. VAMO INTER!!!!

Ver mais

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade