HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

O Vila Nova de 2020

Card image

Créditos: FOTO/ Douglas Monteiro

FOTO/ Douglas Monteiro

Fala Nação, até o momento nosso Tigre vai fazendo uma excelente campanha e conseguindo a classificação para a próxima fase, decisiva e crucial para a equipe. Estamos na terceira rodada do segundo turno e é possível fazermos uma análise da equipe como um todo, além das especulações para o restante do campeonato.

Seguramente, o ponto fundamental do Vila é sua sólida defesa, a menos vazada do campeonato. Iniciando com Fabrício, goleiro titular, começou o campeonato um pouco questionado e sem passar confiança, porém hoje, é indiscutível suas boas performances, com defesas de respostas rápidas excelentes, boa recuperação e solidez. Único apontamento é para a saída de bola.

Caminhando para a zaga no decorrer do campeonato, o técnico Bolívar
conseguiu encaixar Donato e Adalberto, o que a princípio deixava receoso por ter talvez uma zaga lenta, sem mobilidade, provou que era a formação correta. Seguros, sem sofrimento em bolas áreas e excelente ajuda nas bolas paradas ofensivas.

As laterais, principalmente a direita, foi o segundo maior problema do Bolívar, enquanto na esquerda, Mário Henrique pegou a posição fazendo partidas razoáveis, Na direita, o Vila sofreu com John Lennon até a chegada de Celsinho. Dessa forma, nossa linha de quatro da defesa se encaixou. Porém, a solidez defensiva é formada também com a compactação do meio e ataque. O time joga pressionando o adversário o tempo todo e usa sempre uma excelente transição rápida para o ataque.

Para isso, temos Dudu e Pablo como destaques do time e talvez do campeonato. Marcam exercendo pressão, conseguem a posse de bola e revezam na distribuição de jogadas. Sobrando para o meia, temos uma boa briga entre Biancucchi e Alan. Biancucchi jogou a maioria dos jogos com talento claro porém, sofre uns “apagões” em campo e a equipe fica refém dos seus bons momentos. Alan Mineiro já conhecido da torcida, um jogo como titular e fez uma excelente partida até sair.

E chegamos no maior problema das equipes, os pontas. Até o momento nenhum nome é unanimidade, da confiança para a torcida, crítica e fez o diferencial. O Vila sofre com pontas sem qualidade no 1×1, na finalização e na construção de jogadas. Porém, conta com a sorte de ter dois centroavantes em excelente fase que vão cumprindo a obrigação do ataque, Henan e Raphael Lucas.

Resumindo, o Vila tem uma boa equipe titular e que se continuar seu estilo de jogo, seguramente é sério candidato ao acesso. Me preocupa as peças de
reposição, não têm a altura das titulares e isso na próxima fase, pode ser
perigoso. Falando dessa segunda fase, as mesmas equipes que irão disputar, são as que irão fazer a estréia nesse modelo de quadrangular, o que também gera perigo pois, podemos ter algum grupo da morte com : Vila, Brusque, Criciúma, Ferroviário ou até mesmo Santa Cruz.

mm

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade