HOME CLUBES PRINCIPAL COPAS MUNDO DO FUTEBOL FUTEBOL FEMININO MERCADO DA BOLA CULTURAL CONTATO

 

 

SERIE A

SUDESTE

NORDESTE

SUL

CENTRO-OESTE

NORTE

Jogos históricos do ECV – Bahia 3 x 7 Vitória

Card image

Créditos:

Ganhar clássico é bom. Ganhar em final então é melhor ainda. E golear na final? O que dizer? O Vitória pode falar muito bem. Na estreia da coluna dos jogos históricos do ECV teremos aqui aquela goleada que sempre é lembrada por torcida de ambos os lados.

Vamos então recapitular para o dia 12 de maio de 2013. Pouco mais de um mês antes, tivemos a inauguração da Arena Fonte Nova e o Vitória enfiou 5 (Cincun) no Bahia, valendo brincadeiras com as músicas da época (Zirigidum virou 5 a 1 e Lek Lek que se manteve pela coreografia da mão aberta) e depois tivemos outra vitória, dessa vez por 2 x 1 que ficou conhecida como a revolta das caxirolas. E com isso e duas semifinais onde os times da capital eliminaram os times da cidade de Juazeiro, chegamos ao primeiro jogo da final na data acima descrita. E a final começou já com o Leão dominando. Com 4 minutos de jogo, Renato Cajá cobra falta na área e o zagueiro Gabriel Paulista conseguiu desviar de algum jeito abrindo o placar. Aos 12 minutos em saída errada do Bahia, Dinei encheu o pé e aumentou o placar. Aos 20 minutos Cajá cruzou na cabeça de Fabricio e o Vitória abria 3 x 0. Esse placar que foi até o fim do primeiro tempo, tendo uma parada da água com a torcida do Vitória cantando para o treinador Joel Santana “El, El, El, O Bahia de Joel” e um pênalti que Fernandão diminuiu levando ao intervalo um 3 x 1 para o ECV.

Já o segundo tempo começou muito mais elétrico. Com menos de um minuto, Dinei aproveitou corte errado de Titi e cabeceou encobrindo o goleiro Lomba, seguido de Fernandão diminuindo também de cabeça. Mas o dia era do Vitória. O dia era de Dinei. O carequinha fechou seu hat trick soltando o pé de fora da área em bola que desviou em Fahel. Logo depois, o mesmo Fahel deu um pontapé em Escudero e foi expulso direto. E aí ficou ainda mais fácil com Maxi (O Traidor) e levou o jogo em banho Maria até aos 42 Fernandão cruzar para o terceiro gol do aquário que colocou um 6 x 3 no placar. Mas era dia de Dinei. O atleta do ECV completou de cabeça um cruzamento de Marquinhos e fechou o placar. Bahia 3 x 7 Vitória.

No jogo de volta no Barradão, Dinei (O terror dos tricolores) fez mais um e apesar do jogo ter terminado em empate, com o placar agredado em 8 x 4 para o Vitória, o campeonato baiano (E o troféu Mercado Modelo) ficaram nas mãos do Leão da Barra. E a goleada do jogo de ida ficou na história do Leão.

Ver mais

Sobre o autor

Ver mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Siga nossas redes sociais

© 2020 Atras do Gol é uma marca registrada da Atras do Gol Limited Liability Company.  Todos os direitos reservados. O uso deste site constitui aceitação de nossos Termos de Uso e Política de Privacidade